One Piece é o mangá mais vendido de 2018 no Japão. Confira o top 10.

Ano após ano a indústria de animes e mangás se torna cada vez maior, tanto no Japão, que é o principal mercado consumidor, como no restante do mundo, com cada vez mais jovens interessados nas produções japonesas.

Agora que o ano já está próximo do fim, a Oricon, empresa especializada na compilação de dados da indústria de músicas e livros, revelou quais foram os mangás mais vendidos no Japão de novembro de 2017 a novembro de 2018 (via Crunchyroll).

Como esperado, One Piece manteve sua liderança pelo décimo-primeiro ano consecutivos, com mais de 8.1 milhões de cópias, seguido de My Hero Academia com 6.7 milhões e Attack on Titan com 5.2 milhões

Confira a lista completa abaixo:

  1. One Piece – 8.113.317
  2. My Hero Academia – 6.718.185
  3. Attack on Titan – 5.235.963
  4. Slam Dunk – 5,214,085
  5. Haikyu!! – 5.030.624
  6. Kingdom – 4.970.171
  7. The Seven Deadly Sins – 4.867.680
  8. The Promised Neverland – 4.246.955
  9. That Time I Got Reincarnated as a Slime – 3.460.066
  10. Tokyo Ghoul:re – 3.267.843

Analisando os números podemos tirar algumas conclusões sobre o mercado de mangás no Japão. A primeira delas é que One Piece ainda está longe de perder o seu trono, mesmo tendo menos volumes lançados esse ano e perdendo cerca de 3.38 milhões de cópias se comparada ao ano passado, a obra de Eiichiro Oda ainda continua com folga na liderança.

Já a contínua acessão de My Hero Academia que vendeu 865 mil unidades a mais em relação ao ano passado, é um reflexo direto do grande sucesso do anime, principalmente com a excelente terceira temporada lançada esse ano. A mesma lógica também é valida para Attack on Titan que fecha o Top 3.

Os outros nomes da lista também refletem a popularização dos seus respectivos animes, como The Seven Deadly Sins que estreou sua segunda temporada na Netflix e Tokyo Ghoul:re que está indo para a sua temporada final.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade