One Piece – 7 Easter Eggs que passaram despercebidos por muita gente

One Piece é uma obra recheada de detalhes e muitas vezes alguns deles são bem expostos ao público, mas muitas veze Eiichiro Oda, criador da obra, escondeu alguns segredos que somente os fãs mais atentos perceberam.

Neste post, listaremos 7 deles, então fique sabendo que aqui terão SPOILERS!

7 – Pandaman

Talvez o easter egg mais famoso de One Piece é Pandaman, um personagem criado por Eiichiro Oda em sua juventude e muito antes de começar a trabalhar em seu mangá de maior sucesso.

Pandaman é recorrentemente visto tanto no anime quanto no mangá, mas muitas vezes o vimos escondido em algum canto difícil de notar e outras vezes ele fica bem na cara dos espectadores como na foto acima.

6 – As mentiras do Usopp que se tornam realidade

Usopp é o grande mentiroso dos Chapéus de Palha (e da obra toda também) e muitas vezes o vimos contar uma mentira cabeluda que ninguém acreditava, mas você já percebeu que algumas dessas mentiras já se tornaram realidade?

O peixinho dourado gigante, a ilha que na verdade era um cocô, os piratas atacando a vila, a toupeira gigante e alguns outros foram mentiras que, no futuro, se provaram ser verdadeiras.

Agora a pergunta: Usopp é realmente um mentiroso ou não?

5 – Oda fazendo alusão à si mesmo no anime

Olhe bem para esta imagem. Nela podemos ver Nami mexendo em uma estante de livros e logo na esquerda podemos ver um livro chamado ONE PIECE.

Agora olhe de novo. Logo à direita e não tão simples de ler, podemos ver um livro chamado Oda E-itiro, ou seja, o nome do autor da obra.

Enquanto alguns autores criam personagens inspirados neles mesmo, Eiichiro Oda vai e coloca o próprio nome.

4 – Luffy em busca de um carpinteiro

Ao chegar em Water 7 os Chapéus de Palha partiram em busca de um carpinteiro que pudesse dar um trato em Going Merry que já estava caindo aos pedaços. Enquanto discutiam o que fazer, Luffy fez um desenho imaginando como seria o carpinteiro do navio.

Apesar de ser um desenho horrível, ele é Franky em pessoa. As cores, o nariz de ferro, o cabelão e a falta de calças são todos detalhes que, mais pra frente, notamos no futuro carpinteiro dos Chapéus de Palha.

3 – A cicatriz de Luffy

Seria impossível ser o Rei dos Piratas e não ter nenhuma cicatriz sequer no corpo para representar as batalhas pela qual já havia passado.

Ainda muito antes de receber sua famosa cicatriz na guerra de Marineford, o anime fez uma sutil referência à ela no episódio em que os Chapéus de Palha perderam a memória e Luffy e Zoro vieram a entrar em combate.

Zoro corta Luffy e lhe dá uma marca exatamente igual àquela que Akainu faria algum tempo depois.

2 – Sanji e seu sangue real

Ainda no arco de Alabasta, ainda em Little Garden Sanji atende um Den Den Mushi e pede que lhe chamem de Mr. Prince, sendo um apelido até que legal pra época e que também serviu de piada entre os Chapéus de Palha.

Acontece que Sanji era, de fato, um príncipe e só descobrimos isso no arco de Whole Cake quando a Germa 66 apareceu e aprendemos sobre o passado do personagem.

Sendo assim, esse apelido continha um pingo de verdade e os fãs descobriram isso somente muitos anos depois.

1 – Robin e Going Merry

Going Merry foi o primeiro navio dos Chapéus de Palha e vimos alguns inimigos a bordo do navio para causar confusão ao bando, porém Robin foi o primeiro e único inimigo a bordo do navio que não causou nenhum tipo de confusão.

Nico Robin apareceu a bordo do Merry antes mesmo dos Chapéus de Palha chegaram a Alabasta. Ela parecia completamente confortável em um local cercada por inimigos, e Oda criou essa cena como uma dica para o futuro. O fato de ela estar no navio e ficar tão relaxada era uma dica de que ela se juntaria ao bando mais tarde.

Willian Oliveira

Will, Bill, Willian, o nosso querido colaborador é conhecido de várias formas dentro do site. Bill escreve principalmente notícias de games e é um Sonysta declarado, mas nosso Sonysta oficial continua sendo o Leo, apesar de o Bill ser o mini-Leo, salvo pela falta de massa encefálica.

Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade