InícioAnimeEste seria o visual samurai de Cell, de Dragon Ball Z

Este seria o visual samurai de Cell, de Dragon Ball Z

De todos os vilões de Dragon Ball, Cell é com certeza um dos que tem o visual mais chamativo. Apesar de não ser tão marcante quanto Freeza, Cell conta com um visual que lembra um inseto e dá a impressão de possuir uma poderosa armadura ao seu redor.

PUBLICIDADE

Mas o que nem todo mundo imagina é como Cell combina com um estilo samurai, direto da era Sengoku. O artista @jackson_caspersz criou esta ilustração incrível onde vemos mais uma vez, um vilão de Dragon Ball Z combinando com as armaduras e pinturais faciais típicas dos samurais e guerreiros daquela época.

Reprodução: @jackson_caspersz

Além disso, a paleta de cores utilizada por @jackson_caspersz nesta ilustração deu um tom muito mais perigoso e sombri à Cell. Está é com certeza uma das melhores artes relacionadas ao vilão que já vimos aqui no site.

Confira também:

PUBLICIDADE
Afinal, por que o Cell era um Android tão forte em Dragon Ball?
Cell – Reprodução: Dragon Ball

Dragon Ball Super encontra-se em hiato no momento. O anime encerrou em março de 2018 com o fim do Torneio do Poder.

Vale ressaltar, entretanto, que o mangá continua sendo publicado mensalmente com aventuras inéditas.

PUBLICIDADE

Nesta nova fase, Goku e Vegeta estão diante de um novo desafio: Granolah, o sobrevivente. Este personagem sofreu na mão dos Saiyajins a mando de Freeza no passado, e agora busca vingança.

Você pode acompanhar o anime de Dragon Ball Super na íntegra no Crunchyroll, no seu idioma original com legendas em português.

Você também pode comprar o mangá de Dragon Ball Super na Amazon, com desconto e frete grátis (para Prime) em muitos dos itens.

PUBLICIDADE
João Víctor Sartor
João Víctor Sartorhttp://criticalhits.com.br
João Víctor Sartor é colaborador e sex-symbol do Critical Hits. Admirador das boas histórias, almeja de verdade escrever um livro algum dia. Divide seu tempo entre à leitura, jogatina, trabalho, engenharia e quando sobra tempo, vive.