Categorias: Anime

Este é o motivo pelo qual Goku e Vegeta não usaram suas formas mais fortes em Dragon Ball Super: Broly

A evolução de Vegeta de Goku em Dragon Ball Super acontece de maneira mais rápida do que em outros capítulos da série. Mesmo assim, em Dragon Ball Super: Broly, temos a impressão de que Goku e Vegeta não demonstraram seu verdadeiro potencial enquanto enfrentavam o lendário Sayajin.

Por que será que estas formas, consideradas as mais poderosas dos dois personagens (vamos desconsiderar o Instinto Superior Perfeito aqui) não foram utilizadas?

Atenção: falaremos sobre spoilers de Dragon Ball Super abaixo. Você foi avisado!

Existem duas possíveis razões para isso. A primeira delas diz respeito as diferenças entre o anime e o mangá. Por exemplo, no mangá vemos o SSG com mais frequência do que no anime, além da introdução do conceito de “Perfected SSB”. Já no anime, é mostrado o SSB com a forma Kaio-Ken e o SSBE é apresentado como uma alternativa ao “Perfected SSB”.

Sendo assim, DBS: Broly acaba sendo único, já que os eventos do filme são totalmente canônicos tanto no anime, quanto no mangá. Como os conceitos de SSBKK e SSBE não existem fora do anime, apresenta-los no longa causaria um furo nos eventos do mangá.

Já a segunda possível razão tem relação com o fato de DBS: Broly se passar logo após o fim do Torneio do Poder.

No anime, logo após usar o modo Super Saiyajin Blue Kaioken 10x, Goku demonstra bastante dificuldade para controlar seus poderes. Isso passou a acontecer logo após este exagerar no uso de seus poderes e afetou significativamente a maneira como Goku controlava seu Ki.

Considerando que Vegeta superou seus limites durante o Torneio do Poder enquanto Goku despertava o Saiyajin Blue Kaioken 20x, é possível afirmar que durante o confronto com Broly ambos precisaram se acalmar para não abusar de seus poderes, com risco de destruir suas capacidades de continuar lutando e evoluindo, o que para uma raça guerreira como os Saiyajins, é praticamente uma sentença de morte.

Outro detalhe a ser levado em consideração é a adição de Gogeta ao cânone de DBS, um fato que também poderia gerar um furo no roteiro do mangá de DBS caso este despertasse algumas das transformações vistas no anime.

Dragon Ball Super encontra-se em hiato no momento. O anime encerrou em março de 2018 com o fim do Torneio do Poder.

Atualmente, a história continua no mangá, além do filme Dragon Ball Super: Broly lançado no começo do ano e também de um novo filme que está em estágio inicial de produção pela Toei.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, no seu idioma original com legendas em português.

Este website utiliza cookies