Este é o motivo do Buu Criança ser a versão mais perigosa do vilão, mesmo não sendo a mais poderosa em Dragon Ball Z

O arco de Majin Buu não é o favorito de muitos fãs, mas ainda sim é Dragon Ball Z em sua totalidade, com poderes, transformações e inimigos bizarros, com o próprio vilão titular, Majin Buu.

Durante os eventos da Saga, Majin Buu foi absorvendo os Guerreiros Z e se tornando cada vez mais poderoso, ao ponto de ter que obrigar Goku e Vegeta a se fundirem para terem alguma chance de enfrentar o monstrengo.

A versão mais poderosa de Buu foi o Super Buu, que surgiu após o vilão absorver Piccolo, Gotenks e Gohan Místico. Mas essa versão não foi considerada a mais perigosa do rosado maligno. A versão mais perigosa de Buu foi a original. O Buu Criança.

E a razão disso é simples: Buu absorvia mais do que apenas os poderes de suas vítimas. Pequenas partes das mentes dos absorvidos eram incorporadas. O Super Buu tinha vontades de se mostrar mais fortes que todos (uma vontade latente em praticamente todos os Guerreiros Z). Ele tinha consciência e fazia planos, até sua capacidade de fala era mais desenvolvida que as anteriores.

Já o Buu Criança não tinha nada disso. Apesar de ser menos poderoso, ainda era tão forte quanto um Super Saiyajin 3 e, ao contrário de outras versões, não tinha nenhuma vontade e nenhum desejo que não fosse a total e completa destruição de absolutamente tudo que encontrasse.

Isso o torna um dos vilões mais perigosos de toda a franquia por que nada o interessava, nada poderia desviar sua atenção de seu único e selvagem objetivo de acabar com toda a criação.

A primeira aparição dessa versão de Majin Buu foi com ele simplesmente tentando destruir a Terra com uma rajada de ki, sem nenhuma cerimônia. É o caos encarnado, sua única função era aumentar a entropia do universo.

E é essa a razão do Buu Criança ser mais perigoso que a versão mais forte, Super Buu.

Dragon Ball Super encontra-se em hiato no momento. O anime encerrou em março de 2018 com o fim do Torneio do Poder.

Atualmente, a história continua no mangá, além do filme Dragon Ball Super: Broly lançado no começo do ano e também de um novo filme que está em estágio inicial de produção pela Toei.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, no seu idioma original com legendas em português.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Tico

Redator eventual, podcaster e negro maravilhoso.

Este website utiliza cookies