Anime

Este é o fato mais impressionante da Quarta Grande Guerra Ninja de Naruto Shippuden que você provavelmente não percebeu

A Quarta Grande Guerra Ninja de Naruto Shippuden talvez tenha sido o maior evento da série, uma vez que não só trouxe uma grande quantidade de acontecimentos condensados de uma vez só, como também apresentou os maiores vilões da série. Porém existe um fato impressionante ligado à Quarta Grande Guerra Ninja que você provavelmente não percebeu!

Analisando a guerra como um todo, é possível perceber que ela durou um total de quatro arcos: Confronto, Climáx, Nascimento do Dez-Caudas e o Ataque de Kaguya Otsutsuki. Sendo assim, em termos práticos, podemos dizer que todas essa confusão ocupou os episódios da série de 2012 à 2016.

Impressionante, não?

Pois é. Mas mais impressionante do que isso é descobrir que a Quarta Grande Guerra Ninja durou, na verdade, apenas dois dias “em tempo real”. Na série, é mostrado que ela teve início no dia 08 e terminou no dia 10 de outubro (aniversário de Naruto).

Ou seja, foram precisos praticamente 4 anos para contar os acontecimentos de pouco mais de dois dias do Mundo Ninja de Naruto Shippuden. Como o tempo passa depressa, não?

Confira também:

 

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017 e contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e então resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

Ao todo, o anime tem 500 episódios (incluindo os fillers de Naruto Shippuden), e finaliza a história de Naruto, Sasuke, Sakura e Kakashi. Além disso, o anime prepara o terreno para a continuação direta da história.

Você pode acompanhar Naruto na íntegra no Crunchyroll. Além dele, o serviço conta com com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acesse o site por este link e então ganhe 14 dias de premium gratuitos em uma nova conta.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade