Categorias: Anime

Esta é a prova de que Naruto é bem mais inteligente do que os fãs dão crédito para ele em Naruto Shippuden

Tendo uma construção clássica como um protagonista de shonen, Naruto foi desenvolvido sendo um personagem relativamente simples, que inicialmente não demonstrava ter muitas habilidades ou técnicas, no entanto, a sua maior característica era uma vontade inabalável que o fazia nunca desistir.

Embora esse realmente seja o seu traço mais marcante, muitas pessoas acabam não notando que Naruto também é extremamente inteligente, mesmo que isso não seja deixado muito evidente na franquia.

Quando pensamos em personagens inteligentes da obra de Masashi Kishimoto rapidamente lembramos de Shikamaru, que conseguia criar planos incríveis no meio da batalha; Sakura, que possuía um grande conhecimento teórico sobre o chakra; ou até mesmo Orochimarua, que sem dúvida aprendeu bastante com as suas nefastas pesquisas científicas.

Mas o tipo de inteligência de Naruto é diferente e se assemelha mais a uma espécie de conhecimento empírico. Embora muitas vezes ele seja tratado como bobo ou alívio cômico, na hora do combate Naruto consegue observar perfeita todo o campo de batalha e entender qual é a sua situação. A partir disso ele formula soluções criativas para sair de situações que pareciam impossíveis.

Usando a sua luta contra Neji no Torneio Chunin como exemplo, Naruto sabia que em confronto direto ele provavelmente iria levar a pior e por isso usou um dos seus clones das sombras como isca e o atacou por um buraco de baixo da terra, que era o único lugar que o Byakugan não enxergava. Essa não foi uma estratégia de sorte e nem apenas de determinação pura, mas sim uma análise muito bem feita das opções que ele tinha no momento para sair vitorioso.

Além disso, a inteligente de Naruto se estende para uma sabedoria quase inata, que o faz derrotar grande parte dos vilões apenas conversando com eles. Talvez o maior exemplo disso tudo seja justamente no arco de Pain. Naruto foi basicamente um dos únicos que se propôs a ouvir a história de Nagato e entender o motivo que o levou a fazer tantas crueldades. Após compreender as suas motivações, Naruto escolheu não tentar matar Nagato para finalmente romper esse ciclo de ódio e vingança que estava sendo perpetuada. Essa simples ação que só poderia vir de uma pessoa que compreende a situação como um todo, fez Nagato se redimir e escolher reviver todos aqueles que haviam morrido em Konoha.

Esses dois exemplos deixam claro que Naruto pode até não ser aquele que vai tirar 10 em todas as provas, mas sem dúvida ele sempre via encontrar a melhor forma para lidar com as mais variadas situações, que também pode ser considerado um tipo de inteligência.

Este website utiliza cookies