Categorias: Anime

Esse é o motivo pela qual Mihawk não tem um bando pirata em One Piece

Desde que foi apresentado pela primeira vez em One Piece, vimos que Mihawk navegava em um pequeno barco completamente sozinho e tranquilo, de pernas cruzadas e todo serene enquanto navegava sabe-se-lá-como pois esse barco não possuía leme.

Por ser um barco tão pequeno, era notável que ele não podia carregar uma tripulação junto com ele e que talvez esse seja apenas um barco de transporte, mas esse não é o caso. Mihawk sempre navega sozinho.

Mas por que ele não tem um bando pirata assim como todos os outros famosões do mundo de One Piece? O post de hoje responde.

De início, podemos dizer que Mihawk não tem o objetivo de se tornar um grande pirata ou descobrir o One Piece, mas sim de se tornar o maior ESPADACHIM do mundo.

Para ser um espadachim, ele não precisa, necessariamente, ser um pirata, certo? E este é um dos motivos dele não ter uma tripulação.

Mihawk não devia ser considerado um pirata apesar de sair navegando por aí e ser um Shichibukai por conta de seu poder. O simples fato de sair navegando pelos mares não o torna um pirata, e ele estava apenas buscando oponentes dignos de serem enfrentados (e consequentemente derrotados).

Por querer ser o melhor, Mihawk foca apenas em duelos contra outros espadachins e não tem interesse em saquear países ou outros bandos piratas, além disso, se ele tivesse o próprio bando, isso talvez viesse a se tornar um empecilho pois, além de preferir se isolar, poderiam aparecer conflitos com o bando devido suas atitudes egoístas.

Assim como Zoro, Mihawk não tinha motivos para criar um bando pirata e sempre viajou sozinho ou no máximo com um ou dois amigos eventualmente. Mesmo não sendo um pirata, o Governo Mundial lhe concedeu o título de Shichibukai por conta de sua força extraordinária e porque ele poderia se tornar um bom aliado quando necessário assim como foi na guerra de Marineford.

Este website utiliza cookies