Categorias: Anime

Essa é a razão pela qual Goku e Vegeta continuavam se curando durante o Torneio de Poder mesmo sem ter Semente dos Deuses em Dragon Ball Super

A inevitável derrota, seguido por uma milagrosa recuperação e encerrando com uma épica vitória contra um adversário antes mais poderoso é um dos padrões mais clássicos e que foi praticamente inventado por Dragon Ball como tropos de batalhas em anime.

Muitas são as “desculpas” que justificam a recuperação dos personagens a tempo e muitas vezes esses milagres são colocados como elementos importantes nos roteiros. As câmaras de regeneração – tecnologia que coloca os derrotados heróis em suspensão em um líquido regenerativo até o último momento – ou as Sementes dos Deuses – grãos que curam qualquer ferimento, não importa quão grave ele seja, com exceção de doenças – são também coisa icônicas em Dragon Ball.

Existe até mesmo o Zenkai, a habilidade biológica que os Saiyajins têm de aumentar em várias vezes seus poderes após sobreviverem à um ferimento letal ou derrota violenta.

Mas algo diferente aconteceu no Torneio de Poder. Nesse campeonato multiversal, não há Sementes dos Deuses, câmaras de regeneração ou nem mesmo tempo para que os guerreiros se recuperem de um ferimento letal ou derrotas acachapantes. E mesmo assim, Goku e Vegeta constantemente reaparecem curados. O que acontece?

Sabemos que os Saiyajins não estão trapaceando, uma vez que o campeonato é supervisionado por deuses e anjos literais e isso também não seria muito a cara dos orgulhosos Goku e Vegeta.

Mas também sabemos que, como raça guerreira, os Saiyajins do Universo 7 são literalmente feitos para a guerra. A exemplo do Zenkai, não seria muito esquisito supor que eles literalmente aguentam mais porradas e ferimentos por mais tempo – talvez pela exagerada adrenalina que eles experienciam no campo de batalha.

Outra coisa importante de se notar é que, durante a Batalha dos Deuses, Goku recebe um empalamento proporcionado por Beerus, mas quando ele cai no oceano desacordado, ele parece se regenerar com uma chama do ki divino.

Como ambos Goku e Vegeta já haviam atingido e superado esse nível de poder no Torneio de Poder, é plausível supor que eles tenham algum tipo de regeneração baseado em seus poderes como Super Saiyajins Deus.

Unindo a biologia apelona Saiyajin e o fato de que estamos vendo criaturas que atingiram níveis exorbitantes de poder, não é de se estranhar que eles se recuperem com tamanha facilidade.

Dragon Ball Super encontra-se em hiato no momento. O anime encerrou em março de 2018 com o fim do Torneio do Poder.

Atualmente, a história continua no mangá, além do filme Dragon Ball Super: Broly lançado no começo do ano e também de um novo filme que está em estágio inicial de produção pela Toei.

Nesta nova fase, Goku e Vegeta estão enfrentando um inimigo milenar e poderosíssimo: Moro, o consumidor de planetas, uma ameaça que pode muito bem acabar com o Universo 7 num piscar de olhos.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, no seu idioma original com legendas em português.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Este website utiliza cookies