Episódio mais recente de One Punch Man trouxe um dos resgates mais heroicos de Saitama

Mesmo que a animação ainda incomode alguns fãs, o episódio 8 da segunda temporada de One Punch Man sem dúvida foi um dos mais agoniantes e brutais dessa temporada, mas que também serviu para construir um dos momentos mais emocionantes do anime.

No começo do episódio estamos vendo a premiação do torneio de artes marciais Super Fight, até que a arena é invadida por diversos monstros, que chegam oferecendo para os lutadores as Células de Monstros, capazes de aumentar drasticamente a sua força ao serem consumidas e consequentemente o transforma em monstros.

Diversos lutadores acabam sucumbindo a essa tentação, mas Suiryu, o campeão oficial dessa edição do Super Fight, derrotada todos eles sem muito esforço, mas quando se deparada com Gouketsu, o líder dos monstros, as coisas mudam de cenário. Gouketsu simplesmente oblitera Suiryu, o fazendo pela primeira vez correr pela sua vida.

No entanto, como se já não fosse ruim o suficiente, ao tentar fugir, ele se depara com Bakuzan, o campeão do primeiro Super Fight, e que havia consumido uma grande quantidade de Células, se transformando em uma ameaça do Nível Dragão. Sendo brutalmente torturado, vemos Suiryu implorar por qualquer ajuda: “Alguém me ajude! Há um monstro aqui! Tem alguém aí? Um monstro está me atacando! Eu estou aqui Heróis! Por favor, me ajudem!”.

Como todos na arena estavam desacordados, parecia que ninguém chegaria para ajudá-lo, mas quando Bakuzan estava pronto para desferir o seu golpe final, Saitama aparece no último segundo para tirar Suiryu do perigo. O nosso querido herói careca apenas fala: “Eu ouvi você chamando por ajuda, Suiryu. Você lutou duro sozinho. Deixe o resto comigo”. O episódio então termina com Saitama andando em direção ao monstro.

Embora toda a base de One Punch Man seja centrada na comédia, principalmente na sátira das histórias shonens, esse episódio conseguiu abordar um lado um pouco mais pesado da obra, mostrando o verdadeiro significado de ser herói.

E tudo ficou ainda mais emocionante pela acerta escolha da animação em trazer de volta o visual mais sério de Saitama, já que naquele momento ele não estava procurando um inimigo forte enfrentá-lo, mas sim agindo como um verdadeiro super-herói, que a qualquer momento se coloca na frente para proteger os indefesos.

João Victor Albuquerque

Formado em Sistemas de Informação, que no final da faculdade resolveu se meter nesse mundo do jornalismo. Apaixonado por joguinhos, filmes, animes e sempre atrasado com as séries.