Episódio 130 de Dragon Ball Super teve um detalhe que foi censurado no anime todo

Dragon Ball Super encerrou sua veiculação original na semana passada, e enquanto o filme do anime não estreia em dezembro deste ano, dissecamos detalhes e curiosidades sobre os episódios já exibidos. Hoje falaremos sobre um pequeno detalhe que foi parte do Episódio 130 e que não apareceu em todo o resto do anime porque foi meio que censurado desde o começo.

Antes de continuar, vale o aviso de sempre: estamos falando sobre spoilers de Dragon Ball Super. Você foi avisado!

No episódio 130 de Dragon Ball Super, vimos Goku usando o Instinto Superior enfrentar e praticamente derrotar Jiren.

O combate foi sensacional e sem precedentes, e Goku mostrou que, apesar de não ter dominado o Instinto Superior de verdade, afinal ele não consegue usar a técnica quando ele tem vontade, ele ainda assim tem mais poder do que o maior representante do Universo 11 com o Instinto Superior Completo.

Quando Goku estava para derrotar Jiren, algo inesperado aconteceu. Todo mundo achava que Freeza teria atacado Goku, quando na verdade o corpo dele sofreu os efeitos de ativar o Instinto Superior três vezes em menos de 48 minutos, e ele acabou sofrendo um dano gigantesco e perdendo a técnica e as energias que ele tinha.

Nesse momento em questão, vimos algo que não havia sido exibido até aqui em Dragon Ball Super: sangue.

Caso você tenha se perguntado porque Dragon Ball Super nunca apresentou sangue, a resposta pode ser lida com detalhes aqui. O resumo da ópera é que hoje em dia há regras para o que pode e o que não pode ser exibido em animes, e infelizmente o sangue está numa dessas regras do que não pode.

Como Dragon Ball Super exibiu sangue então? Usando o subterfúgio da tela ficar toda preta e Goku numa cor diferente. Esta foi a única vez que vimos alguma menção de sangue em Dragon Ball Super, e eu não sei vocês, mas eu acho que o anime teria ficado bem melhor com mais sangue voando pela tela.

Dragon Ball Super volta em forma de filme no dia 14 de dezembro.

Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.

Este website utiliza cookies