Anime

Diretora de Dragon Ball Super confirma uma teoria a respeito dos poderes de Jiren

O final de Dragon Ball Super deixou os fãs com mais perguntas do que respostas a respeito de Jiren, e os fóruns de DBS estão recheados das mais diversas teorias a respeito do personagem.

Esses fóruns contam com teorias sobre tudo, desde os mistérios da origem de Jiren até o papel que ele terá no futuro da série, e graças ao diretor do episódio final de Dragon Ball Super, estamos recebendo pelo menos uma resposta sobre a origem do poder de Jiren.

Megumi Ishitani, diretora do último episódio, foi questionada sobre o colapso de Jiren perto do final da série, onde foi mostrado um flashback do personagem e também sua luta contra Goku, Freeza e o Androide 17, e o que os fãs vão gostar de saber é que seu ganho e também sua perda repentina de poder estão relacionados a Goku.

Primeiro, Jiren foi influenciado por seu passado para ter fé de que ‘a solidão é a força’. Sua própria força havia provado a validade dessa fé. No entanto, no episódio 130, essa validade foi quebrada. Jiren perdeu para Goku, alguém que ficou forte através de seus numerosos aliados. Isso fez com que Jiren perdesse a fé de que ‘solidão é força’… Como resultado, a batalha no início do episódio 131 foi extraordinariamente difícil para Jiren. ele perdeu a fé que a solidão tinha sido sua fonte de poder, e teve que lutar contra adversários que não queria lutar. Jiren considerou Freeza e 17 como oponentes sem valor. Goku era o único adversário que ele reconheceu como digno.

Quando ele perdeu para Freeza e os outros, Jiren não perdeu fisicamente, porque ele já havia perdido emocionalmente para Goku. Ele foi incapaz de extrair todo o seu poder. Então, “a confiança de Toppo” substitui a fé que havia apoiado Jiren, e assim consegue fazê-lo ficar de pé novamente.

Quando Goku ficou diante de Jiren novamente, Jiren foi capaz de esquecer os vários pensamentos que o estavam restringindo. Jiren ficou cheio de felicidade devido a seu respeito por Goku e por ter uma segunda chance de terminar a luta.”

E ela também explicou: “Jiren considerou lutar com todo o seu poder para ser a melhor maneira de honrar seu oponente“.

Durante o Torneio do Poder, Jiren certamente parecia despreocupado com a maioria de seus oponentes, mas essa atitude foi amplamente considerada “enigmática”, a ponto de fazer os fãs criarem as mais diversas teorias conectando o poder sem precedentes de Jiren a alguma forma serena, na qual era necessária ser mantida para que ele tivesse todo seu poder.

Somente depois de terem contado o passado trágico de Jiren e mostrado sua personalidade mais profunda nesses episódios finais que ficou claro que “a solidão é a força” era realmente sua visão filosófica dominante. Ele até mesmo virou-se contra Toppo e chamando-o de patético mas, felizmente, Toppo respeitou Jiren o suficiente para fornecer esse impulso que Ishitani descreveu.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade