Anime

Capítulo mais recente de Dragon Ball Super apresenta uma versão sombria da Genki Dama

O capitulo 45 do mangá de Dragon Ball Super já começou de maneira bastante emocionante com o confronto entre Vegeta e Moro, o mais novo vilão do arco “Prisioneiro da Patrulha Galáctica“. Essa intensa batalha não só deixou Vegeta em apuros como também mostrou a verdadeira extensão dos poderes do vilão.

No começo deste arco ficamos sabendo que Moro possui a capacidade de absorver energia vital de planetas inteiros, mas agora vimos exatamente como isso acontece. Mesmo não estando na sua melhor forma, já que ele passou mais de 10 milhões de anos preso, as habilidades de Moro são assustadoras, principalmente a sua técnica que muito se assemelha a clássica Genki Dama de Goku.

Na batalha contra Vegeta, Moro inicialmente começa utilizando a força e os recursos vitais do planeta Nova Namekusei para atingir o Príncipe dos Saiyajin. Em uma estratégia para tentar descobrir os seus planos, Vegeta finge estar sendo superado, mas o que ele não esperava é que Moro tivesse uma técnica ainda mais poderosa.

Após Vegeta conseguir atingir o vilão com um belo chute, Moro se ergue começando a extrair toda a energia vital dos seres vivos daquele planeta, incluindo, plantas, animais e até mesmo os dois Saiyajins. Toda essa energia é concentrada em uma esfera gigante, mas enquanto Vegeta e Goku esperavam que o vilão fosse realizar um ataque, Moro concentra essa esfera e a engole, absorvendo toda essa energia vital.

O conceito é bem similar ao da Genki Dama, só que com um proposito bem mais maléfico. Enquanto na técnica de Goku os seres vivos doam voluntariamente parte da sua energia para o ataque, a “Genki Dama do Mal” utilizada por Moro rouba a energia dos seres vivos para aumentar o seu próprio poder.

Essa técnica absorve tanta energia que Vegeta e Goku não consegue mais se transformar em Super Saiyajin, e o grande mistério para o próximo capítulo é como eles conseguiram sair desta situação.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade