Capítulo 959 de One Piece sugere que os Kouzuki são os responsáveis por fazer de Wano um país isolacionista

O capítulo 959 de One Piece finalmente foi lançado e com ele pudemos acompanhar o retorno do país de Wano como foco principal.

Apesar da alegria de vermos Wano novamente após uma semana de hiato, ficamos sabendo o que realmente aconteceu no dia anterior ao ataque de Onigashima e, logo ao fim do capítulo, descobrimos que os Kouzuki são os responsáveis por fazer de Wano um país isolacionista.

Atenção: Abaixo falaremos de SPOILERS de One Piece, então você foi avisado!

Após acompanharmos toda a execuçãos dos planos de Orochi para atrapalhar os Chapéus de Palha, os Minks e a Yakuza de se encontrar com os samurais no Porto Tokage, tivemos uma breve apresentação da silhueta de Kouzuki Oden de uma forma mais detalhada, onde pudemos ver um pouco de suas pernas e suas vestimentas.

Além disso, descobrimos que Wano é totalmente fechado ao mundo por causa dos Kouzuki e essa declaração veio por parte do próprio Oden:

Como sempre, Eiichiro Oda infelizmente não nos conta com clareza o porquê de Wano ser tão restrita e qual é seu tipo de ligação com os Kouzuki. Além disso, Oden conta que quando um tal propósito for cumprido, as portas de Wano deverão ser abertas ao mundo, mas que propósito é esse?

Infelizmente teremos de aguardar mais uns bons capítulos para descobrir que tipo de ligação é essa, afinal, Eiichiro Oda adora fazer um suspense e enrolar para nos contar a verdade.

One Piece conta a história de Monkey D. Luffy, um jovem com poderes de borracha cujo sonho é tornar-se o Rei dos Piratas.

Ao todo, o anime conta com mais de 900 capítulos e ainda é exibido no Japão, sendo uma das séries mais populares de todos os tempos.

A história de Luffy e seus amigos pode ser acompanhada na íntegra no Crunchyroll, em japonês com legendas em português.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade