Anime

Afinal, será que a corridinha de Naruto é mais eficiente do que a normal?

Se você é fã de Naruto, provavelmente já tentou sair correndo com os braços para trás feito um maluco no meio da rua – e teve sorte por não se esborrachar no chão. Mas será que a famosa corridinha de Naruto é mais eficiente do que a normal?

Na série, vemos que os ninjas utilizam este estilo de corrida por que na teoria ele seria “mais rápido”. Mas será mesmo?

Bem, o pessoal do canal Because Science resolveu testar a teoria e convidou a medalhista Jeneba Tarmoh para ajudar no “estudo”.

Foram realizados dois testes onde Jeneba Tarmoh correu de duas da maneira normal, e no estilo ninja.

No final das contas, verificou-se que correr com os braços para trás deixou a atleta cerca de 3% mais lenta do que o normal. E isso aconteceria pois a mudança do centro de gravidade ao jogar os braços para trás alteraria todo o equilíbrio de Jeneba.

Obviamente que os testes não são lá muito precisos, e uma pergunta que fica na nossa cabeça é: o que aconteceria se Jeneba tivesse treinado a vida inteira para correr ao estilo ninja?

Será que a lentidão causada pela alteração no centro de gravidade não poderia ser compensada com treino? Esta é uma pergunta que com sorte, um dia talvez tenhamos a resposta.

Confira também:

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017 e contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e então resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

Ao todo, o anime tem 500 episódios (incluindo os fillers de Naruto Shippuden), e finaliza a história de Naruto, Sasuke, Sakura e Kakashi. Além disso, o anime prepara o terreno para a continuação direta da história.

Você pode acompanhar Naruto na íntegra no Crunchyroll. Além dele, o serviço conta com com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acesse o site por este link e então ganhe 14 dias de premium gratuitos em uma nova conta.

Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade