Categorias: Anime

Afinal, Sasuke realmente precisava de Naruto para dispersar o Tsukuyomi Infinito em Naruto Shippuden?

Embora a franquia Naruto comece relativamente simples, a história fica significativamente mais complexa na sua fase Shippuden, tanto na questão do desenvolvimento do seu mundo como no sistema de poderes, já que os jutsus vão ficando cada vez mais complexos.

Justamente por isso é comum os fãs terem dúvidas sobre o exato funcionamento de algumas habilidades ou os seus pré-requisitos. Hoje, falaremos do Tsukuyomi Infinito, o genjutsu mais poderoso de todos os tempos e que foi utilizado por Madara para colocar toda a humanidade em um sonho eterno.

Como explicado no capítulo 692 do mangá, a única forma de dispersar esse genjutsu é unindo o poder do chakra de todas as Bijuus com o Rinnengan.

Dessa forma, Sasuke e Naruto precisariam unir os seus selos para desativar o efeito da habilidade, já Naruto tinha o chakra das Bijjus e Sasuke o Rinnegan.

Mas nesse mesmo capítulo, Sasuke demonstra que Naruto na verdade era um fator dispensável nessa equação, já que com o seu domínio do Rinnegan ele conseguiu capturar todas as Bestas com Caudas utilizando o Chibaku Tensei. Ou seja, caso ele realmente acabasse matando Naruto durante a sua luta final, ainda seria possível liberar todos do genjutsu.

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017, contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, juntamente com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Este website utiliza cookies