Anime

Afinal, qual foi o terceiro desejo que Moro fez a Porunga em Dragon Ball Super?

O capítulo 48 do mangá de Dragon Ball Super trata da batalha final entre Goku, Vegeta, a Patrulha Galática e Majin Buu contra o poderoso vilão Moro.

Essa luta, que deveria ter acabado com a vitória de Moro não fosse a intervenção de Majin Buu com as memórias do Lorde dos Lordes Daikaioh, acaba virando para o lado dos heróis, já que o vilão não consegue fazer muito para se defender de Buu.

No último momento, porém, o capanga Cranberry consegue juntar as Esferas do Dragão de Nova Namek e deseja que os poderes de Moro sejam completamente restaurados.

As Esferas do Dragão de Namek podem atender até três pedidos, e Cranberry usa o segundo para curar suas feridas, e é “recompensado” com um empalamento promovido pelo próprio Moro.

O feiticeiro maligno tem seus próprios planos para o último desejo, mas qual é esse desejo não aparece no mangá e quando Goku e companhia conseguem alcançar o vilão, já está tudo feito.

O desejo não foi nada simples, como era de se imaginar. Moro teve até que perguntar se o Dragão Porunga era capaz de realizá-lo. Outro ponto é que, com seus poderes restaurados e o terceiro desejo feito, Moro não parece sequer se importar com as forças do bem.

Algo mágico aconteceu, pois os heróis não foram capazes de sentir nenhuma alteração de poder de Moro, mas uma mudança radical parece estar próxima de acontecer.

Talvez Moro tenha desejado algo que envolva inviabilizar a técnica que Daikaoh utilizou para o prender 10000 anos atrás, o que obrigaria os heróis a encontrar outro modo de vencer o vilão.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade