Afinal, porque a técnica dos Sete Suspiros Celestiais despareceu de Naruto?

É natural que muitas técnicas diferentes de ninjutsu, taijutsu e/ou genjutsu apareçam e desapareçam em Naruto, com somente as mais famosas e/ou poderosos sendo repetidas. E as vezes nem a popularidade de uma técnica faz ela aparecer mais de uma vez, como é o caso do Shichi Tenkohō, os Sete Suspiros Celestiais.

Um dos temas da franquia é que o trabalho duro é sempre recompensado. Apesar disso ser uma mentira no mundo real, está longe de ser uma moral ruim e ela é encarnada por alguns dos personagens mais carismáticos da série: Might Guy e Rock Lee que, através dos Oito Portões, conseguem compensar a deficiência em ninjutsu com um taijutsu praticamente invencível.

O problema é que a técnica para a liberação dos portões é extremamente difícil de se aprender, exige muita prática e resistência física e causa danos internos no corpo do usuário, chegando até mesmo a matar quem abre o Oitavo Portão.

Mas aparentemente essa não é a única forma de se aumentar tremendamente as capacidades físicas de um lutador de taijutsu. OsSete Suspiros Celestiais, criada por Shira, consiste na técnica de acumular grandes quantidades de oxigênio na respiração para aumentar a explosão muscular.

Apesar de se chamar Sete Suspiros, essa técnica envolve três estágios de ativação:

  • A primeira ativação (第一活性, Daiichi Kassei) faz com que Shira fique com os olhos completamente brancos e faz com que ele comece a emitir uma aura amarela.
  • A segunda ativação (第二活性, Daini Kassei) faz o seu corpo se expandir um pouco, seus músculos ficam nitidamente mais robustos.
  • A terceira ativação (第三活性, Daisan Kassei) faz com que sua pele fique vermelha e Shira fique ainda mais forte e veloz.

A técnica aparenta não ter os mesmos efeitos colaterais no corpo do usuário, ao mesmo tempo que não atinge os mesmos picos de poder bruto – é importante lembrar que Might Guy, com os Oito Portões abertos, quase matou Madara Uchiha em sua forma Jinchuuriki do Dez-Caudas.

Essa técnica, porém, só apareceu em um episódio de Naruto Shippuden, assim como o criador da técnica, Shira.

A razão dela nunca mais ter aparecido é desconhecida, mas podemos chutar as mais prováveis.

Não apenas essa técnica foi utilizado em um episódio “filler” – que embora seja canônico, não é tão importante quanto o conteúdo do mangá – ela foi criada e utilizada por um personagem também “filler”.

Só isso já costuma inviabilizar a reaparição constante de ambos técnica e personagem. Não ajuda o fato de que Shira terminou o arco indo se juntar uma uma unidade ninja que fica permanentemente nos arredores do País do Vento, muito longe de onde a maior parte da história de Naruto costuma se passar.

E embora útil, a especialidade em taijutsu puro parece não ser a mais viável para ninjas que possam utilizar ninjutsu e/ou genjutsu, o que deixa ainda mais difícil que uma outra técnica além dos Oito Portões, como os Sete Suspiros Celestiais, apareça de maneira constante na série.

Não é impossível, porém, que essa técnica retorne, principalmente em episódios que possam ter foco na relação entre Rock Lee e Metal Lee ou apenas em Metal em Boruto: Naruto Next Generations.

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017, contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

Ao todo, o anime conta com 500 episódios (incluindo os fillers de Naruto Shippuden), finalizando a história de Naruto, Sasuke, Sakura e Kakashi e preparando o terreno para a continuação direta da história.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, juntamente com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Tico

Redator eventual, podcaster e negro maravilhoso.

Este website utiliza cookies