Categorias: Anime

Afinal, Naruto consegue ou não arremessar um Rasengan?

Apesar da semelhança com outros poderes como o Kamehameha ou o Hadouken, o Rasengan de Naruto não pode ser utilizado distância. Essa limitação teve até ramificações interessantes na história, sendo até vista como perigosa para o próprio Naruto. Mas será que Naruto realmente não pode arremessar um Rasengan?

Primeiro precisamos entender porque o Rasengan não podia ser arremessado.

O Rasengan é um jutsu de nível A, sendo bem difícil de ser dominado. Ele é basicamente a forma mais avançada de manipulação de forma de chakra, sendo um vórtex de pura energia. De forma resumida, o Rasengan é uma grande quantidade de chakra sendo girada de maneira extremamente veloz.

Dessa forma, para que essa técnica sequer exista, é necessário que o usuário mantenha o chakra girando. Ou seja, quando Naruto arremessa o Rasengan, ele esta parando de causar o vórtex, que é o componente principal da técnica.

O problema que isso gera é óbvio. Primeiro, isso forçava Naruto a estar sempre perto do inimigo para utilizar essa técnica, o que o colocava em uma desvantagem posicional.

Segundo, quanto mais forte fosse o Rasengan, mais perigoso ele se tornava para o próprio Naruto, que estava sempre próximo da explosão que essa técnica gerava.

Esse problema ficou ainda mais acentuado quando Naruto se tornou o primeiro ninja a conseguir infundir o elemento vento em no jutsu, criando o Estilo Vento: Rasenshuriken.

Isso porque a adição do vento fez com que a técnica gerasse minúsculas lâminas de vento que tinham o potencial de danificar o sistema circulatório interno de chakra, tanto dos inimigos como do próprio Naruto.

O perigo era tamanho que Tsunade proibiu Naruto de utilizar essa técnica, afirmando que Naruto poderia ter sequelas irreversíveis se usasse essa técnica continuamente.

Naruto finalmente resolveu o problema ao aprender a utilizar o senjutsu. A nova técnica, Arte Sábia: Rasenshuriken permitia que Naruto arremessasse um Rasenshuriken enquanto utilizava a energia natural para manter a forma do jutsu e até aumentar seu poder destrutivo.

Sendo essa barreira superada para o Rasenshuriken, é de se esperar que a mesma solução seja válida para o Rasengan, certo?

Tecnicamente, sim, está certo. O problema é que nunca vimos isso acontecendo, fora um filler do anime que se passa antes dos desenvolvimentos do Rasenshuriken e contradiz o canon principal.

Dessa forma, nunca vimos Naruto arremessar um Rasengan canonicamente. O que, na realidade, não significa muita coisa.

Isso porque Naruto já demostrou diversas formas de utilizar o Rasengan a longa distância sem precisar arremessá-lo diretamente. Ele pode lançar um clone segurando o jutsu.

Ou utilizar os braços do Modo Kurama para enfiá-los na cara dos inimigos sem precisar estar perto tão perto fisicamente.

No final das contas, Naruto teoricamente pode arremessar o Rasengan diretamente utilizando a mesma técnica que o permite arremessar o Rasenshuriken. E mesmo que não possa, ele arrumou outros jeitos de chegar no mesmo objetivo.

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017, contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

Ao todo, o anime conta com 500 episódios (incluindo os fillers de Naruto Shippuden), finalizando a história de Naruto, Sasuke, Sakura e Kakashi e preparando o terreno para a continuação direta da história.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, juntamente com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Torne-se um apoiador do Critical Hits

O Critical Hits existe desde 2012 e é o maior site independente de cultura pop do Brasil com mais de 10 milhões de visualizações de página por mês. Diariamente cobrimos os principais jogos, animes e séries de televisão da atualidade e você pode nos ajudar a nos tornarmos ainda maiores! Torne-se um apoiador do site e tenha direito a conteúdos antecipados, menos anúncios e grupos exclusivos de discussão no Telegram e Discord. Você pode virar um apoiador no Picpay (@criticalhits), Catarse ou Apoia.se!

Este website utiliza cookies