InícioArtigos4 das piores edições de colecionador de jogos de todos os tempos

4 das piores edições de colecionador de jogos de todos os tempos

Fala, galera, tudo bom com vocês?

Quem aí já teve uma edição de colecionador de algum jogo? Esse é o tipo de coisa que eu certamente teria, caso tivesse dinheiro sobrando para isso. Na maioria das vezes, essas edições são muito bem trabalhadas e cheias de extras que compensam a compra. Há, porém, as que são completamente desleixadas, e é sobre elas que vamos conversar hoje.

Prontos? Vamos lá então.

F3AR

maxresdefault

Nossa primeira edição de colecionador de hoje é no mínimo bem bizarra. Nela, você ganha uma estatueta da Alma Wade completamente pelada e grávida. Se você é daqueles caras que curtem mulheres grávidas, bom pra você, melhor ainda se você é daqueles caras que curtem mulheres grávidas com fetos que brilham no escuro, já que é exatamente isso o que o bebê dela faz.

Eu teria medo de dormir no mesmo quarto que uma estatueta dessas, sinceramente.

The Witcher 3

A CD Projekt Red é conhecida por ser uma empresa com um cuidado imenso pelos próprios jogos. Parece que tudo em The Witcher 3 foi feito com o maior cuidado do mundo, exceto a estatueta de colecionador do jogo.

Como vocês estão conferindo nas imagens, ela é toda mal pintada e bem, mas bem bizarra. Isso não chegou a acontecer com todo mundo, é claro, mas uma porção significativa de fãs que gastaram dinheiro a mais pelo jogo acabaram decepcionado-se com essa bela porcaria de estátua.

Call of Duty: World at War

Call-of-Duty-World-at-War-Collectors-Edition-Canteen

A Activision costuma dar itens militares nas edições de colecionador dos Call of Duty. Ela já deu um drone, uma câmera tática, um óculos de visão noturna e um cantil. Sim, uma porcaria dum cantil. Imagine você pagando o dobro do preço do jogo pra ganhar um cantil.

É ruim o suficiente? E se eu te disser que o cantil não tem como ser aberto? Sim! Ele é só um enfeite, não dá nem pra encher de whisky e beber pra esquecer que você gastou algo entre 120 e 200 dólares numa edição de colecionador que certamente não valeu a pena.

Batman Arkham Knight

2647369-bak_batmobile+edition

Batman Arkham Knight foi um desastre no PC, mas sabe o que também foi um desastre? A edição de colecionador do jogo. Dizem as más línguas que o Batmovel que era pra vir na edição de colecionador era tão, mas tão vagabundo que a Warner Bros só teve uma opção a seguir: cancelar a edição de colecionador do jogo e devolver o dinheiro de quem havia feito a pré-venda dela.

Bem que eles podiam ter feito o mesmo com a versão de PC do jogo, porque, sinceramente, era o mínimo que eles deviam ter feito.

Eric Arraché
Eric Arrachéhttp://criticalhits.com.br
Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.