Tony Hawk’s Pro Skater 1 + 2 – Review

A franquia Tony Hawk’s Pro Skater certamente foi uma das mais icônicas do PlayStation, e quem cresceu no final dos anos 90 e começo dos anos 2000 provavelmente se lembra de passar tardes e mais tardes jogando os jogos lançados para esse console. Quase 20 anos depois, a Activision relança os dois primeiros games da franquia em versão não exatamente remasterizada, mas refeita em Tony Hawk’s Pro Skater 1 + 2 mantendo a jogabilidade original mas modernizando o resto. Como o jogo se sai? É o que vamos descobrir neste review.

Em Tony Hawk’s Pro Skater 1 + 2, você encontra o conteúdo dos dois games originais da franquia, como o próprio nome sugere. Todas as pistas que você jogou em THPS 1 e 2 estão aqui, e o modo de desbloqueá-las é exatamente o mesmo da época do PlayStation, ou seja, faça X objetivos na fase e a próxima fase está desbloqueada. Repita isso vezes o suficiente e você tem direito a jogar todas as fases do jogo.

Neste caso, cada conjunto de fases está dentro de um contêiner próprio, ou seja, você precisa pode liberar as fases de cada um dos jogos de maneira independente. As fases são exatamente como você provavelmente se lembra, ou seja, o Hangar é aquela fase maravilhosa e todo mundo continua odiando School 2.

Mas parecer-se com Tony Hawk não é o suficiente, o jogo é realmente divertido? E a resposta é um retumbante sim. Toda a experiência de andar, cair, levantar, tentar manobras e assim por diante encontra-se aqui exatamente como você se lembra na época do PlayStation.

É verdade que Tony Hawk’s Pro Skater 1 + 2 é um pouco mais difícil do que eu me lembrava (e olha que no ano passado eu havia rejogado os antigos com a minha esposa no PlayStation Classic), mas mesmo você não dominando o jogo 100% e tropeçando mais do que conseguindo encaixar manobras em sequência, ainda assim o jogo é extremamente divertido.

Uma das melhores coisas que a Activision poderia ter feito era deixar a experiência original de Tony Hawk’s Pro Skater intacta, e foi exatamente isso o que ela fez aqui. Não há campanha, personagem original ou algo do tipo, tudo o que você tem para fazer aqui é escolher um skatista (há vários personagens clássicos como o próprio Tony Hawk e Bob Burnquist, além de novos como a brasileira Letícia Bufoni, escolher uma fase, sair fazendo manobras, perseguindo letras da palavra SKATE e assim por diante.

Ao ir concluindo objetivos, você ganha experiência, dinheiro e pontos para melhorar seu skatista favorito. Uma coisa que eu notei, entretanto, foi que os atributos dos skatistas foram mudados em relação ao que se encontrava no PlayStation. Um exemplo disso é Tony Hawk parecer mais lento do que ele era originalmente e ele penar pra conseguir passar por cima da rampa inicial da fase Hangar, por exemplo. Ainda assim, é só questão de ir jogando e ganhando novos atributos, e assim voltar ao campeão à velha forma dele.

Além dos modos originais, o jogo ainda conta com um modo de criar a sua própria fase, que apresenta uma boa quantidade de opções, um modo online para jogar com outras pessoas e ver quem faz mais pontos e também um modo de speedrun, Tony Hawk’s Pro Skater 1 + 2 oferece conteúdo o suficiente para dezenas de horas de diversão.

Graficamente, o jogo está absurdamente bonito. Ao combinar gráficos atuais com a jogabilidade clássica, a Vicarious Visions (desenvolvedora que trabalhou para a Activision nesse jogo) conseguiu trazer o melhor dos dois mundos. O jogo não conta com nenhum soluço de performance nem nada do tipo, e está exatamente do jeito que você esperaria que ele estivesse para você executar suas manobras com precisão.

A trilha sonora de Tony Hawk’s Pro Skater 1 + 2 é outro ponto forte da franquia. Com as músicas clássicas de volta e até mesmo Confisco da banda brasileira Charlie Brown Jr, o game tem uma seleção ampla que vai agradar muito mais do que desagradar os fãs.

Mas e aí, Tony Hawk’s Pro Skater 1 + 2 vale a pena?

Tony Hawk’s Pro Skater 1 + 2 é simplesmente tudo o que os fãs da franquia sonhavam em jogar: uma combinação perfeita entre gráficos atuais, jogabilidade clássica, trilha sonora de primeira e conteúdo o suficiente para jogar por dezenas de horas. Mais do que recomendado.

Review elaborado com uma cópia do jogo para Xbox One X fornecida pela Activision do Brasil.

Resumo para os preguiçosos

Tony Hawk’s Pro Skater 1 + 2 é simplesmente tudo o que os fãs da franquia sonhavam em jogar: uma combinação perfeita entre gráficos atuais, jogabilidade clássica, trilha sonora de primeira e conteúdo o suficiente para jogar por dezenas de horas. Mais do que recomendado.

Nota final

90
Saiba mais sobre os nossos métodos de avaliação lendo o nosso Guia de Reviews.

Prós

  • Dezenas de horas de diversão
  • Belíssimos gráficos e performance
  • Trilha sonora sensacional

Contras

  • Apesar de muito divertido, saiba que o jogo não é fácil
Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.

Publicado por

Este website utiliza cookies