Reviews

Teenage Mutant Ninja Turtles Shredder’s Revenge – Review

O que é o amor? Essa certamente não é uma pergunta fácil de ser responder. Mas se fosse apostar, apostaria que é algo muito parecido com o que o pessoal da Dotemu sente por grandes franquias dos anos 90, e pela forma como as trata. “Teenage Mutant Ninja Turtles Shredder’s Revenge”, recém lançado para todas as plataformas é com certeza um bom exemplo disso.

Será que alguém precisava ou queria um remake do beat ‘em up clássico de Teenage Mutant Ninja Turtles? Talvez não, mas acredite em mim quando digo que Shredder’s Revenge é um jogo que você precisa experimentar!

Por mais que as Tartarugas Ninja não sejam nem de longe tão populares quanto eram na década de 90, Shredder’s Revenge é um jogo que despertará interesse em fãs novos e antigos. Porém, com certeza terá peso muito maior no coração dos fãs mais antigos, uma vez que abrir o jogo, escutar a trilha sonora e assistir as primeiras telas já desperta um enorme sentimento de nostalgia no coração.

A maioria das pessoas que conheço só teve a oportunidade de jogar a versão simplificada de Tartarugas Ninja – aquele do Super Nintendo. A simples existência de uma versão melhorada de arcade que permitia jogar em até seis pessoas ao mesmo tempo era, para muitos de nós, apenas uma lenda juvenil. Um delírio de rodoviária que teria se espalhado da mesma forma como os que afirmavam ser possível desbloquear o Batman no Mortal Kombat, ou qualquer coisa do tipo.

Reprodução: @Dotemu

O arcade de fato existia, mas sinceramente não sei dizer se foi tão popular no Brasil.

Teenage Mutant Ninja Turtles Shredder’s Revenge não só permite o gameplay conjunto em seis pessoas, como também facilita convidar amigos ou encontrar jogadores aleatórios para compartilhar sua aventura!

Mas e porque alguém gostaria de ficar preso à um loop infinito de gamplay e pancadaria envolvendo um time de répteis mutantes com elevadas habilidades marciais? Bem, talvez o simples fato de distribuir socos em inimigos aleatórios não te faça sentir a necessidade de continuar jogando, e pensando nisso, Shredder’s Revenge recebeu uma adição interessante para aumentar o fator replay.

Reprodução: @Dotemu

Basicamente o fato de jogar com um personagem fará com que o jogador libere mais habilidades. Além disso, quanto mais pontos marcados, mais o HP aumenta e a quantidade de “especial”.

Num primeiro momento essa mecânica apresenta-se de maneira bem simples e não muito elaborada, mas acaba tendo potencial principalmente quando analisamos outros jogos publicados pela Dotemu.

Por falar em personagens, até o momento temos sete no total: Michelangelo, Donatello, Raphael, Leonardo, Mestre Splinter Apri O’Neil e Casey Jones – este último revelado somente durante a Game Awards na última quinta-feira.

Reprodução: @Dotemu

Todos o jogo foi redesenhado de maneira impecável, mostrando o melhor que se pode fazer ao apresentar um game moderno baseado totalmente em gráficos pixelados.

As animações de todos os personagens são incrivelmente fluídas e o jogo permanece lindo mesmo quando redimensionado ao extremo.

Cada personagem também conta com um set de movimentos únicos, que, apesar de funcionarem da mesma maneira para todos eles, acabam apresentando diferença no alcance, força e rapidez. Além disso, as animações também são personalizadas para cada personagem, o que te faz sentir vontade de experimentar todos eles.

Reprodução: @Dotemu

As fases se distribuem através de um mapa bonitão, onde o jogador vai liberando as fases e pode rejoga-las como bem entender. Além disso cada fase conta com um conjunto de desafios e colecionáveis específicos que vai liberando mais pontos conforme são encontrados.

Também é possível encontrar personagens e referências escondidas em cada fase, o que torna todo processo mais interessante.

Os níveis de dificuldade me pareceram balanceados e dimensionados para a quantidade de jogadores ativos. Isso quer dizer que não é porque você decidiu jogar em seis amigos que a tela vá se encher de inimigos. Ao invés disso, uma quantidade moderada de oponentes vai se colocar à sua frente, com mais ou menos vida e habilidades.

Reprodução: @Dotemu

É inegável que jogar com amigos torna a experiência mais divertida, ainda mais quando você descobre como é legal encadear combos e especiais. Ainda assim, o jogo todo funciona bem no modo single-player, principalmente se você quiser sair por ai maximizando os níveis do seu personagem.

Talvez o melhor ponto de Teenage Mutant Ninja Turtles Shredder’s Revenge seja o fato de que ele não é enjoativo e mantém um bom e constante ritmo de desafio. Enfrentar oponentes é extremamente divertido e parece ter sido pensado na medida certa para te manter em ação pelo maior tempo possível. Além disso, a inserção de oponentes mais difíceis te obriga a pensar e sair da abordagem tradicional.

Reprodução: @Dotemu

Como se isso não bastasse, a trilha sonora de Shredder’s Revenge é absolutamente impecável! Cada fase aumenta o nível da qualidade sonora e empolga a cada nova música.

No fim, Teenage Mutant Ninja Turtles Shredder’s Revenge acaba sendo um dos jogos mais divertidos que experimentei neste ano e mal posso esperar para ver o que a Dotemu fará no lançamento das próximas atualizações. Se o projeto for minimamente parecido com Streets of Rage 4, podemos esperar novas fases, personagens e mecânicas de combate sendo lançados aos poucos a partir do lançamento.

Teenage Mutant Ninja Turtles Shredder’s Revenge é obrigatório para qualquer fá de beat ‘em up!

Resumo para os preguiçosos

Teenage Mutant Ninja Turtles Shredder’s Revenge pode até não ser o remake que você queria, mas com certeza é o beat em’up que você vai adorar jogar! Com mecânicas simples e poderosas, Shredder’s Revenge reimagina o clássico jogo de briga de rua das Tartarugas Ninja da melhor forma possível.

Prepare-se para passar horas encadeando combos com até 5 amigos ao mesmo tempo e deleitar-se com animações fluídas e belos gráficos pixelados.

Mais um acerto da Dotemu!

Nota final

80
Saiba mais sobre os nossos métodos de avaliação lendo o nosso Guia de Reviews.

Prós

  • Gráficos pixelados absolutamente lindos;
  • Animações de movimentação fluídas;
  • Mecânicas de combate vicitantes;
  • Trilha sonora marcante;
  • Possibilidade de jogar em até 6 pessoas.

Contras

  • Leves problemas de desempenho quando a tela fica muito cheia.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade