Mass Effect Legendary Edition – Review

Mass Effect Legendary Edition tenta trazer um dos melhores jogos já produzidos pela EA de volta aos holofotes. Mas será que a nova edição vale a pena, ou é somente uma versão requentada dos três primeiros jogos, re-empacotada e revendida à preços exorbitantes?

Ninguém sabe ao certo o que a Eletronic Arts pretende fazer com Mass Effect daqui pra frente. O fracasso comercial de Andrômeda tornou as coisas um tanto quanto obscuras para o futuro da série, e talvez a melhor saída seja tentar lembrar os fãs dos motivos pelos quais os jogos originais eram tão amados lá atrás, na sétima geração.

A parte positiva de Mass Effect Legendary Edition é que ela não traz os jogos de qualquer maneira. Vamos deixar claro o que esta nova edição te oferece antes de mais nada, para você ter certeza sobre os aspectos que vamos analisar de agora em diante.

Legendary Edition entrega os três jogos originais da série, além de todo conteúdo adicional lançado via DLC. Ou seja, adquirindo esta edição o jogador tem acesso à obra completa do Comandante Shepard, sem tirar nem por.

Além disso, todos os jogos passaram por melhorias, tanto nas mecânicas de gameplay, quanto nos gráficos. Principalmente o primeiro da série, que por ser o mais antigo, era também o mais necessitado de atenção.

O primeiro e mais distante de todos

O primeiro Mass Effect lançado em 2007 fez bastante sucesso na época, mas não teve muitas de suas características mantidas ao longo da série. Também pudera. Há quem dia que o primeiro título é o mais esquisito da franquia em termos de jogabilidade.

O trabalho de remasterização não conseguiu mitigar as diferenças mais pesadas do primeiro jogo, mas fez um bom trabalho para adapta-lo à geração atual. Os visuais estão mais de acordo com o que se espera e a jogabilidade foi melhorada a tal ponto que nem tem como comparar com o produto original.

Aliens vs Humanos

Outro detalhe interessante é que os três jogos receberam um tratamento visual para que a aparência dos rostos humanos ficasse menos esquisita. Levando em consideração todos os problemas que a EA enfrentou em 2017 com Mass Effect Andromeda, era o mínimo que se podia fazer.

O problema é que a “aparência de manequim” não foi totalmente camuflada. Não há como negar que os rostos humanos estão de fato muito melhores em Mass Effect Legendary Edition – principalmente após a remoção daquela iluminação esquisita tão popular na sétima geração. Mas as vezes, ainda dá a impressão de que os personagens humanos fizeram um procedimento com botox vencido.

Em compensação, o visual dos alienígenas foi melhorado perfeitamente! Não há críticas a se fazer nesse sentido. Até porquê as vezes parece que os aliens de Mass Effect são mais reais do que os próprios humanos.

Tiroteios intergalácticos

Um dos problemas de Mass Effect é que a série nem sempre oferecia um combate estimulante ou cenas de luta que mantivessem o jogador animado para seguir em frente. Na verdade, as vezes parecia que os tiroteios serviam apenas como uma tela de loading disfarçada entre um diálogo e outro.

Sendo assim, é natural imaginar que se a EA simplesmente lançasse os três jogos novamente sem dar um tratamento prévio neste aspecto, o legado da série poderia ficar maculado já que as mecânicas originais não envelheceram muito bem. Sorte a nossa que Mass Effect Legendary Edition não sofre com este problema e recebeu muita atenção neste ponto em específico.

O primeiro e talvez mais importante ponto a se salientar é a mira, que foi “regulada” nos três jogos e que como você pode imaginar, faz uma tremenda diferença principalmente no primeiro jogo.

Além disso, as mecânicas de cover também foram melhoradas e ficaram mais naturais, tornando o combate mais fácil e desafiador, por mais estranho que isso possa parecer.

Sorry, no pt-br for you

Apesar de ser um detalhe aparentemente secundário, chama atenção que Mass Effect Legendary Edition não tenha ganho ao menos uma legenda oficial em Português do Brasil.

Se a intenção era de tentar reconquistar fãs antigos e ao mesmo tempo chamar atenção de novos jogadores em potencial, a inexistência de uma legenda em português pode fazer total diferença por aqui.

No fim das contas, Mass Effect Legendary Edition acaba sendo um baita produto. Uma daquelas poucas remasterizações que realmente valem a pena mesmo você sabendo das limitações que a produção original impõe atualmente.

Mass Effect Legendary Edition é a oportunidade perfeita para você reviver a história de Sheppard, ou simplesmente tentar aproveita-la de uma forma totalmente nova – como eu fiz. Além disso, vale lembrar que por contar com todos os DLC’s e conteúdos adicionais, você provavelmente vai acabar vendo alguma coisa nova que acabou deixando passar batido da primeira vez.

Portanto, caso você seja fã da franquia e esteja com saudade de se aventurar pela galáxia, Mass Effect Legendary Edition é uma boa pedida, apesar dos pequenos detalhes negativos. Pode comprar sem medo.

Confira também:

Resumo para os preguiçosos

Mass Effect Legendary Edition traz os três jogos clássicos da série remasterizados de uma forma primorosa, com mecânicas e visuais melhorados e adaptados para a geração mais atual.

Obviamente que a adaptação tem suas limitações e alguns aspectos inerentes dos jogos originais não podem ser mitigados dentro do escopo de uma remasterização.

Ainda assim, Mass Effect Legendary Edition é uma boa pedida para novos e antigos fãs da série, principalmente para aqueles que sentiram-se abandonados desde o lançamento de Andrômeda.

Nota final

85
Saiba mais sobre os nossos métodos de avaliação lendo o nosso Guia de Reviews.

Prós

  • Visuais melhorados (assets e gráficos em geral)
  • Mecânicas aprimoradas (mira, cobertura, combate em geral)

Contras

  • Sem legenda PT-BR
  • Rostos humanos ainda parecem artificais

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade