Reviews

Kingdom Hearts HD 2.8 Final Chapter Prologue – Review

A Square Enix está aproveitando que o lançamento de Kingdom Hearts 3 está próximo e lançando uma série de coletâneas com os jogos da franquia lançados não apenas no PlayStation 2, mas em outras plataformas também. Kingdom Hearts 2.8 Final Chapter Prologue promete ser a última peça do quebra-cabeça para quem está ansioso por Kingdom Hearts 3, mas será que ele tem conteúdo o suficiente para entreter os fãs até lá?

Kingdom Hearts 2.8 Final Chapter Prologue é uma coletânea composta de dois jogos e um filme, e sempre é bom explicar isso. Os jogos contidos nessa coletânea são Kingdom Hearts Dream Drop Distance HD, que é uma remasterização em alta definição de Kingdom Hearts Dream Drop Distance para o Nintendo 3DS, além de Kingdom Hearts 0.2 Birth by Sleep, um adventure curto, que se passa logo após os eventos de Kingdom Hearts – Birth by Sleep. Para completar o pacote, ainda temos Kingdom Hearts X Back Cover, um filme contando a história dos Foretellers, que se passa antes da história do Kingdom Hearts original.

Caso você não tenha jogado ainda, Kingdom Hearts Dream Drop Distance é um dos melhores jogos da franquia, e a Square Enix fez um excelente trabalho em adaptar o game do Nintendo 3DS para o PlayStation 4. Os gráficos ficaram muito bonitos e extremamente fluídos, e a tela bem maior fez muito bem ao jogo. Neste jogo, Sora e Riku têm que passar pelo exame Mark of the Mastery, aplicado por Yen Sid, para tornarem-se Keyblade Masters e tentarem dar um fim definitivo à ameaça de Xehanort.

Para isso, eles são enviados a sete mundos diferentes, e devem livrar-se dos Dream Eaters de cada um. A cada mundo libertado, eles desbloqueiam uma das sete Keyholes of Sleep e, como de costume, cada um desses mundos do jogo é baseado em um mundo de uma das produções da Walt Disney. No jogo, você controla tanto o personagem Sora quanto Riku, e deve ir alternando entre eles para passar os desafios e inimigos que o game coloca para impedir que você cumpra a sua missão.

Cada personagem conta com habilidades próprias e um estilo próprio de gameplay, e nem sempre você vai carregar os dois personagens juntos, precisando fazer certas coisas numa parte do cenário com um personagem enquanto faz outras em outro lugar com o outro, num esquema que até lembra um pouco o clássico jogo da Blizzard Lost Vikings. No geral, se você gostou do jogo no 3DS, você vai gostar mais dele ainda aqui, e se você é um fã de Kingdom Hearts que ainda não provou esse jogo, você certamente vai gostar, já que ele é o prato principal dessa coletânea.

Partindo para Kingdom Hearts 0.2 Birth by Sleep – A Fragmentary Passage, você é Aqua, e acorda no Reino da Escuridão, e deve descobrir o que aconteceu com todo mundo e para onde essas pessoas foram. Esse jogo é para ser uma demonstração de luxo aos fãs de Kingdom Hearts 3 que estão aguardando pelo game, e visualmente dá para notar com folgas que ele é muito mais bonito do que Dream Drop Distance HD, já que o jogo está rodando na própria engine de Kingdom Hearts 3.

O gameplay do jogo é bastante semelhante ao de Kingdom Hearts antigos, mas o sistema de controle recebeu refinamentos e atualizações que permitem ao jogador executar ataques mais fluídos, pular mais alto e usar magias sem se quebrar muito para executar isso. O jogo não é lá muito grande, e, como eu disse, está mais para uma demonstração de luxo do que um jogo em si. Ainda assim, dá para ter um gostinho do que Kingdom Hearts 3 vai nos oferecer.

Para completar, temos o filme Kingdom Hearts X Back Cover, que conta a história dos Foretellers antes dos eventos de Kingdom Hearts original. No geral, o filme é bom, e dá algumas pistas do que nós vamos encontrar em Kingdom Hearts 3, mas esse obviamente é o produto menos atrativo da coletânea.

Graficamente, a coletânea é muito bonita, mesmo na remasterização de Dream Drop Distance. Quem brilha aqui acaba sendo Birth by Sleep – A Fragmentary Passage, por rodar na mesma engine de Kingdom Hearts 3, mas de modo geral, os visuais dos jogos vão agradar mesmo aos fãs mais exigentes. A trilha sonora dos games também é muito boa, como de costume, mas infelizmente há um grande porém que acaba afetando o mercado brasileiro: o jogo não conta com nenhum tipo de legendas ou menus traduzidos, nem no filme, o que pode acabar prejudicando jogadores que não dominem tão bem assim o idioma britânico.

Felizmente, há legendas em inglês para quem tem algum nível de domínio do idioma, mesmo nos diálogos, mas convenhamos, estamos numa época em que é meio que inadmissível que as companhias esqueçam completamente do mercado brasileiro. Provavelmente isso acabou acontecendo porque Dream Drop Distance não saiu com legendas em português no lançamento original e a Square Enix não teve interesse em localizar o jogo agora.

Review elaborado com uma cópia do jogo para PS4 fornecida pela Square Enix.

Resumo para os preguiçosos

Kingdom Hearts 2.8 Final Chapter Prologue é uma bela coletânea que conta com um jogo completo, um aperitivo do que veremos em Kingdom Hearts 3 e um filme para nos inteirarmos ainda mais no lore da franquia. De forma geral, quem é fã de Kingdom Hearts vai gostar bastante do que é oferecido aqui, e quem está querendo se inteirar da franquia antes do lançamento de 3 tem muito mais change de gostar dos títulos do que o contrário. Contanto que tenha domínio do idioma inglês, é claro.

Nota final

80
Saiba mais sobre os nossos métodos de avaliação lendo o nosso Guia de Reviews.

Prós

  • Boa seleção de jogos na coletânea
  • Ótima adaptação do jogo de 3DS para um console de mesa
  • Um aperitivo do que vamos ver em Kingdom Hearts 3
  • Belos gráficos

Contras

  • Falta de legendas em português
Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade