A Capcom sempre foi mestre na arte do Beat ‘Em Up, um gênero que teve o seu auge nos anos 90 com excelentes jogos como Final Fight e Captain Commando. Capcom Beat ‘Em Up Bundle é uma celebração dessa era, trazendo alguns dos melhores games do gênero, e hoje vamos avaliar esta coletânea.

Composta por nada menos do que seis jogos, Capcom Beat ‘Em Up Bundle traz uma parte importante da história do gênero de volta para o Xbox One, PS4, Nintendo Switch e (futuramente) PC.

Composta por Final Fight (1989), Captain Commando (1991), The King of Dragons (1991), Knights of the Round (1991), Warriors of Fate (1992) e os inéditos Armored Warriors (1994) e Battle Circuit (1997), a companhia não economizou em jogos interessantes para esse pacotão de pancadaria.

Todos os jogos foram trazidos em sua forma mais pura possível, ou seja, ports diretamente feitos da versão do arcade, inclusive com o sistema de jogo do fliperama, onde você coloca as suas fichas e vai jogando.

Todos os jogos foram trazidos com os gráficos em sua crocância máxima, ou seja, nada de sprites distorcidos e feios, todos estão na maneria mais bela que um purista de retrogames iria gostar. Além disso, em todos os jogos é possível entrar na partida a qualquer instante, seja localmente, onde é só ligar um controle e chegar metendo voadora nos malfeitores, seja online, uma adição bem interessante para a coletânea.

Para completar as melhorias trazidas pela Capcom, a Capcom Beat ‘Em Up Bundle ainda conta com galerias de todos os jogos, e traz ambas as versões americanas e japonesas dos games, já que em alguns casos há histórias e caminhos diferentes, ou seja, o serviço da companhia foi bem caprichado no sentido de fazer uma curadoria dos jogos e trazer coisas que os fãs gostariam de encontrar como extras. Basicamente, o que estamos falando aqui é de uma edição definitiva de cada um dos jogos.

Mas ainda não falamos sobre o principal: a coletânea é boa? Sim! Todos os jogos da coletânea são muito legais de se jogar, e Captain Commando e Final Fight já valem por si só por serem clássicos do gênero, mas há outros jogos excelente no meio como The King of Dragons e Knights of the Round, que não chegam a ser tão famosos aqui no Brasil quanto os outros citados .

Outro ponto positivo desta coletânea é o preço cobrado por ela: 20 dólares em lojas que não têm suporte ao Real ou 61 reais nas lojas brasileira. É menos de 10 reais por jogo para um verdadeiro banho de nostalgia e até mesmo de jogos que você talvez nunca tenha jogado, como pode ser o caso de alguns deles.

No fim das contas, o único ponto negativo que conseguimos encontrar na coletânea é se você se frustra facilmente ela talvez não seja pra você, já que, como os jogos colocados aqui vêm em sua versão Arcade, eles são bem mais difíceis do que as suas contrapartidas para o console. Ainda assim, esse é o tipo de jogo que vale a pena ter no videogame para quando os amigos visitam e você está afim de distribuir a porrada em tudo o que ousar aparecer na tela.

Review elaborado com uma cópia do jogo para Xbox One X fornecido pela Capcom do Brasil.

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.

Compartilhe