Age of Zombies HD – Review

Top Down shooters costumam ser jogos de tiro um tanto repetitivos, que precisam ser muito bem feitos para que não tornem a diversão inicial em tédio logo em seguida. Num esforço para ampliar a lista de títulos viciantes para o PS Vita, a Sony encomendou o port de um dos melhores Minis de PSP para o PS Vita, Age of Zombies HD, como será que o título se sai nessa re-edição?

Age of Zombies HD, como recém dito, é um port de um jogo que já saiu para PSP, para Android e para iOS também. Diferente das três versões, aqui você realmente tem um jogo que funciona como deveria, seja pela falta de um segundo analógico, seja pela falta de total de botões, que pode acabar dificultando um pouco um jogo onde a agilidade é uma habilidade necessária.

Em Age of Zombies você controla Barry Steakfries, o mascote da Halfbrick, e luta contra zumbis em diversas eras do tempo, já que um professor maluco, num plano para dominar o mundo, enviou zumbis para outras eras do tempo, como a pré-história, o egito antigo, o Japão feudal, os EUA dos anos 20, o presente e o futuro.

O jogo funciona de maneira bem dinâmica, com uma porrada de inimigos na tela. A cada era, zumbis temáticos dela vão aparecendo na tela, e alguns deles fazem um pouco mais do que apenas perseguir você para te dar umas mordias, como arremessar estrelas ninjas (caso você vá parar no Japão feudal) ou ser uma múmia.

Além dos zumbis tradicionais, você ainda enfrenta chefes de estágio, que são inimigos realmente ativos, que vão tentar te matar de diferentes formas, como usando metralhadoras, bombas, raios laser, ou até facas egípcias, tudo dependendo da fase em que você estiver.

Para combater seus inimigos, você usa uma pistola que é controlada com o analógico da mão direita e granadas, arremessadas com os botões L/R. Além dessas armas iniciais, você pode coletar na tela alguns power ups, como metralhadoras, serras elétricas, shotguns, torres estacionárias de tiro (turrets) e alguns bônus, como aumento da velocidade em que você corre, imortalidade e vidas extras.

A cada fase, você vai enfrentar uma porrada de zumbis. Quando eu digo uma porrada, são vários mesmo. Volta e meia, a tela do seu PS Vita vai ficar completamente tomada dos mortos vivos, e você vai ter que se virar nos 30 para matá-los antes de virar comida deles. Mesmo nesses momentos, Age of Zombies HD funciona muito bem e não há nenhuma lentidão.

Para quebrar um pouco da monotonia durante as fases, volta e meia Barry fala alguma frase engraçadinha, ou pelo menos tentando ser engraçado, sobre  o que está acontecendo na tela. O jogo obviamente não se leva a sério (até porque o protagonista dele se chama Barry Filé com Fritas), mas salvo por uma ou outra referência a outro jogo, as piadas são um pouco forçadas.

O jogo conta com gráficos em duas dimensões com animações simples, porém com um estilo de arte bem feito. Alguns zumbis ficaram bem legais, como o tiranossauro zumbi que você enfrenta na primeira fase. Os cenários são bem simples e poderiam ser um pouco mais trabalhados, já que a cada era, eles mais parecem uma repetição um do outro com duas ou três mexidas, como se o artista responsável por eles tivesse que terminar cada uma das eras numa tarde. Ao fim das fases iniciais da história, ainda há um sexto capítulo disponível no jogo, que se passa no velho oeste.

A trilha sonora de Age of Zombies não é nada demais, e eu sinceramente não lembro muito das músicas do jogo. Você mais vai ouvir os barulhos dos tiros e alguns eventuais efeitos sonoros de zumbis morrendo. Ela não chega a incomodar, mas também não é nada que vá grudar na sua cabeça.

Além do modo história do jogo,, ainda há um modo survival, onde você joga cada um dos estágios do jogo até morrer, contra hordas cada vez maiores de zumbis. A cada zumbi morto, você ganha uma quantidade de pontos que vai aumentando conforme o estágio da horda em que você está.

Aqui, há a disponibilidade de placares globais para o jogo, então é um bom lugar para quem curtiu o jogo passar bastante tempo, já que as fases também do modo história são bem curtas, e o jogo tem uma duração total de menos de três horas.

Resumo para os preguiçosos

Age of Zombies HD é um excelente port para PS Vita. O jogo é bem divertido e vai fazer você gastar algumas horas sem se arrepender da compra, mas infelizmente tem pouco a oferecer para quem termina o curto modo história, a menos que você realmente goste de ficar matando zumbis indefinidamente. Talvez se o jogo tivesse um modo co-op online, a diversão poderia ser estendida.

Nota final

70
Saiba mais sobre os nossos métodos de avaliação lendo o nosso Guia de Reviews.

Prós

  • Jogo de tiro divertido, ainda que simples
  • Belos gráficos a 60fps
  • Jogo perfeito para ser jogado em partidas curtas

Contras

  • Jogo curto demais
  • Falta de co-op local ou online, que poderia estender a vida útil do game
Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.

Publicado por