Categorias: Preview

Preview – Terra Média: Sombras da Guerra

Na última terça-feira (11) acontece em São Paulo o Warner Games Summit 2017, no já tradicional evento, a Warner Games traz novidades sobre os seus principais lançamentos do ano, bem como Eletronic Arts e Capcom.

No evento, pude testar durante cerca de 30 minutos, um dos jogos mais aguardados do ano – Terra Média: Sombras da Guerra. E mesmo com tão pouco tempo de hands on, já deu pra sentir que este será um dos grandes jogos de 2017 e postulante ao prêmio de Jogo do Ano.

Trazendo melhorias e novidades ao já aclamado Nemesis System, no trecho jogado controlamos Talion e seu exército de Orcs em um ataque a uma fortaleza inimiga. O objetivo é subjulgar o adversário em diferentes pontos do mapa para ter acesso à sala do General Orc que comanda a fortaleza.

Com batalha frenética – mas longe de ser caótica ou desorganizada, não basta apenas sair metendo a espadada nos inimigos à frente, é preciso tomar cuidado com os ataques que vem de longe, fugir dos ataques de inimigos mais fortes e baseado no Nemesis System, derrotar os guarda-costas dos inimigos mais fortes antes de partir para o ataque contra eles. Isso possibilita que as batalhas contra os generais das fortalezas sejam menos difíceis, uma vez que derrotando, subjulgando ou convertendo seus guarda-costas, eles ficam mais vulneráveis e menos cercados de seus subalternos.

No campo de batalha, ainda é possível evocar um dragão para auxiliá-lo no ataque à fortaleza inimiga, mas não se engane: não basta apenas colocar a criatura na batalha, é necessário convertê-la e transformá-la em sua aliada antes de mais nada. Caso isso não seja feito, o dragão pode causar sérios problemas, atacando o seu exército de Orcs e até o próprio Talion, dificultando ainda mais as coisas.

Com uma série de comandos, a curva de aprendizagem do jogo é elevada, e para quem nunca jogou o Sombras da Guerra ou está destreinado, o trecho jogado de Sombras da Guerra oferece um grau de desafio bastante grande. Entretanto, os stands com o jogo contavam com “instrutores” que davam dicas do que fazer em cada momento, além de dar algumas informações importantes.

Ainda sobre a curva de aprendizado, um dos instrutores me garantiu que ela não será tão elevada quando o jogador iniciar o game, uma vez que o trecho disponível para teste representava um ponto mais avançado. Desta forma, o jogo deve trazer dicas e desafios mais leves no início da jornada, elevando o nível conforme o jogador for ganhando experiência e superando os perigos que se avizinham.

Outra informação importante é que o jogo em si está pronto. Entretanto, até o lançamento em outubro, a equipe de produção tem se esmerado para corrigir falhas, problemas e fazer o refinamento final para que o produto chegue ao mercado no auge de sua plenitude. Inclusive esse foi o motivo do adiamento, uma vez que Sombras da Guerra havia sido inicialmente anunciado para o mês de agosto.

Com duas edições especiais exclusivas para o Brasil, Terra Média: Sombras da Guerra chega em 10 de outubro para PS4, XONE, PC e para PS4 PRO e XONE X com suporte ao 4k.

Este website utiliza cookies