Troy Baker gostaria de fazer a sequência de The Last of Us se ela não for um caça-níquel

Troy Baker, o dublador americano de Joel, disse que gostaria muito de reprisar seu papel num segundo jogo de The Last of Us, caso a Naughty Dog decida por fazê-lo. O ator disse que confia muito no estúdio e sabe que eles não fariam um jogo por fazer:

“O que eu amo [na Naughty Dog] é que eles não vão contar uma história se não tiverem uma pra contar. The Last of Us não é um jogo caça-níquel. Left Behind, o DLC, é algo que foi muito muito específico e que servia um propósito. Eu amei, e achei que foram duas das melhores horas de jogo que eu joguei em muito tempo”.

A declaração vem após Neil Druckmann, diretor criativo de The Last of Us, afirmar que uma sequência para o jogo está sendo considerada internamente. Assim, caso o estúdio decida por começar o desenvolvimento do jogo e não de uma ideia nova, Troy disse que “se tiver um papel para mim no futuro que tenha a ver com The Last of Us, eu o faria, com certeza”.

Troy Baker é um dos atores mais famosos e populares atualmente. Só não sei se a Naughty Dog, caso faça um segundo jogo, continuaria a história a partir do fim do primeiro ou introduziria novos personagens e histórias no mesmo universo. De qualquer forma, caso você ainda não tenha jogado nem The Last of Us nem o DLC Left Behind, os reviews do Critical Hits estão nos links.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade