Tokyo 42 parece ser uma completa bagunça, mas divertido ao extremo

Você com certeza nunca ouviu falar sobre o estúdio independente Smac Games e provavelmente também não conhecia a publisher Mode 7, mas com certeza tem lembranças de Syndicate e Grand Theft Auto 1, e se pelo menos esta última constatação estiver correta, você deve certamente manter Tokyo 42 sob seu radar, título anunciado na noite de ontem.

Descrito como um filho fruto da relação entre os dois jogos clássicos supracitados, Tokyo 42 te colocará na pele de um sujeito comum jogado no meio de uma Tokyo futurista repleta de assassinos. Você deverá construir sua reputação no mundo aberto do jogo cumprindo missões disponíveis em terminais e com os próprios contratantes.

O game terá modo single-player com história e diversas side-quests, além de modo multiplayer competitivo baseado em arena. Uma grande diversidade de armas estará disponível para você usar sua criatividade na hora de realizar os assassinatos. Além disso também haverá diferentes meios de chegar até seu alvo, sendo tanto possível no clássico estilo “bullet hell”, como utilizando stealth, empurrando a vítima de prédios, se infiltrando em gangues inimigas e abordando assassinos enviados para te matar, é claro.

No modo multiplayer de arena, você e seu oponente serão colocados em uma área limitada sem saber da localização do outro e deverão, obviamente, acabar com a vida do outro utilizando as armas disponíveis no cenário.

Tokyo 42 chega ao PC, Playstation 4 e Xbox One em 2017.

Rafael Oliveira

Rafael Oliveira faz análise de jogos, filmes e séries regularmente para o Critical Hits, além de postar notícias e artigos esporadicamente. Acha que Shadow of the Colossus é o melhor jogo já feito, é fanboy de Steins;Gate e tem um lugar especial no coração para Platformers, RPGs e Metroidvanias.

Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade