The Last Guardian é confirmado para 2016 e detalhes sobre Trico são revelados

Fumito Ueda, a grande mente por trás de ICO, Shadow of the Colossus e também The Last Guardian deu uma belíssima entrevista à revista Edge do Reino Unido neste fim de semana e trouxe a notícia que todos esperávamos: The Last Guardian será lançado, sim, em 2016.

Após diversas esquivas, comentários vagos e rumores acerca do lançamento, o produtor disse que o jogo será lançado em algum ponto deste ano e que apesar de ainda ter algumas preocupações ele está realmente animado.

Os últimos rumores eram de que o jogo havia sido adiado e alguns diziam até que ele havia “morrido na praia” após oito anos de desenvolvimento, e Ueda respondeu a eles: “Foi difícil para mim manter a motivação. Mas meus outros jogos também tiveram longos períodos de desenvolvimento, então levando isso em consideração, eu pude manter minha motivação por todo esse tempo”.

Ele também revelou alguns detalhes sobre Trico, nosso parceiro gigante meio-gato meio-águia. Segundo ele, Trico não poderá ser completamente controlado pelo jogador, ele terá sua própria consciência, e fará decisões que podem ou não ser o que o jogador desejar.

Ueda disse que Trico foi projetado para sempre fazer “o que for de seu interesse” e disse que em vários jogos nossos companheiros fazem exatamente o que queremos e que ele está cansado deles.

Segundo a equipe da Edge Magazine que também teve acesso a uma demo do jogo, Trico tem uma das presenças mais fortes da história recente dos videogames e que ele é um “espírito livre que constantemente desdenha de suas tentativas de doma-lo”.

O relacionamento entre a criatura e o jogador vai ficando mais forte com o decorrer do jogo, Trico ficará cada vez mais suscetível aos pedidos do jogador e a cor de seus olhos mudará dependendo de seu humor.

Trico é ainda descrito por Ueda como uma criatura poderosa, mas que possui uma natureza tímida e nervosa.”Em uma área da demo podemos ir até uma grande caverna que possui um lago subterrâneo. Podemos explorar este lago nadando nele por um certo tempo e quando imergimos novamente podemos ver Trico se prendendo à parede da caverna com medo se recusando a pular – essa definitivamente é a parte gato”.

Esta criatura não é como os bichinhos bonitos que existem em outros jogos, ou um aliado que é sempre útil. O papel de Trico é ambíguo; é algo que queríamos deixar claro no jogo, que ele nem sempre faz o que você pede. É um dos aspectos de The Last Guardian, é algo difícil e completamente diferente. Queremos criar algo novo – uma experiência que as pessoas ainda não tiveram.

“A quantidade de código é muito grande comparado a jogos com IA tradicional. Queremos que a criatura tenha seus próprios desejos, então dependendo das ações que ela quer tomar, isso afeta tudo, incluindo sua animação. Não é como um personagem humanoide comum”.

Um dos poderes de Trico será um raio vermelho poderoso que sai de sua cauda e pode acertar pontos iluminados pelo jogador. Isso acontece durante a demo, quando a criança ilumina um ponto com um escudo refletindo o sol e Trico destrói este ponto. Este poder poderá ser usado tanto para resolver puzzles e destruir pedras e/ou portões de madeira, como para derrotar inimigos com armaduras, que também estarão presentes no jogo.

Mais detalhes serão revelados na edição 294 da revista Edge que já está nas lojas e pode também ser encontrada online.

Parece que teremos mais uma obra de arte. My body is ready.

Após oito anos de espera, The Last Guardian será lançado exclusivamente para Playstation 4. Veremos mais dele na E3 deste ano.

Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade