Categorias: Games

Talibã diz que Príncipe Harry tem doença mental ao comparar jogos com a guerra

A família real Britânica é conhecida por aparecer nos noticiários por razões não muito nobres, como topless, fotos sem roupa ou fantasias nazistas, mas dessa vez a história é outra. Príncipe Harry, o da foto acima, declarou em entrevista recente que foi um prazer controlar o sistema de armas de um helicóptero Apache durante um ataque em uma missão no Afeganistão. Segundo ele, a experiência parecia a de um videogame, na qual o príncipe se declarou muito bom por comumente derrotar os colegas de acampamento em jogos como FIFA.

Esse comentário gerou uma reação do Talibã que, por meio de um porta voz, disse que o príncipe deve sofrer alguma doença mental por fazer uma declaração do tipo, já que há 49 nações no país sendo derrotados pelos mujahideen, controlados pela entidade terrorista. “Nós não levamos os comentários dele muito a sério, já que vimos e ouvimos que vários soldados estrangeiros que vêm ao Afeganistão desenvolvem algum tipo de doença mental antes de sair do país”.

Ser comparado a um retardado mental pelo Talibã não deve ter estragado o dia de Harry, afinal eles são os inimigos, mas, convenhamos, comparar uma guerra de verdade com um videogame é o tipo de retardo mental que dá munição a políticos idiotas que tentam banir esse tipo de entretenimento de pessoas sãs.

Eu nunca vou achar que já vi tudo “e que agora posso morrer”, mas não esperava dar razão para um grupo fanático religioso em algo, ainda mais para o Talibã.

Disqus Comments Loading...

Este website utiliza cookies