Steam libera reviews de usuários nos jogos

O Steam acaba de liberar uma ferramenta importante para ajudar os usuários da rede a decidirem se vale ou não a pena comprar um jogo: o Steam Reviews, onde os próprios usuários da plataforma resenham os jogos. O sistema é bem semelhante aos de review de outros sites por aí, como Amazon, e permite que você resenhe um jogo que tenha jogado, mesmo que não o tenha na sua conta do Steam.

Além das resenhas feitas pelos usuários ao jogo, a página deles ainda mostra o escore do Metacritic do jogo, aquele site que reúne reviews de usuários deles, além de sites especializados em reviews, como IGN, Joystiq, Destructoid, Polygon etc.

Apesar de você poder atribuir uma nota no seu review, os jogos não irão exibir a média dessa nota em questão de cara, pois segundo o Steam, as notas podem acabar variando conforme o estágio de desenvolvimento de um jogo, ou seja, caso uma companhia lance um jogo completamente quebrado e necessitando de patches de correção, aquelas notas 2 ou 3/10 não vão contar de cara, já que usuários irão fazendo reviews conforme o estado atual do jogo.

Para completar, os usuários do próprio Steam poderão moderar os reviews dos outros usuários, para evitar que reviews abusivos de haters (ou contratados por empresas para aumentar a nota do jogo e consequentemente as compras) surjam.

A Valve ainda completou o anúncio dizendo que essa função nova é uma evolução do sistema de recomendação que já existe desde 2010 e que os usuários do Steam já enviaram mais de 7 milhões de recomendações desde então.

O que vocês acharam dessa adição ao Steam? Eu gostei bastante dela, mas não pretendo escrever reviews de jogos lá pois já faço isso aqui, então se vocês quiserem continuar lendo nossos reviews, continuem a acessar o Critical Hits.

Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.

Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade