Sony do Brasil declara que vai vender PlayStation 4 com prejuízo no país

O Uol Jogos acabou de publicar uma entrevista bombástica com o representante da Sony para a América Latina: segundo ele, a companhia vai perder dinheiro ao vender o PlayStation 4 no país. A situação de impostos do país é tão complexa que para explicar o problema todo, eles criaram o infográfico acima, que mostra que no fim a companhia perder R$ 258,00 para cada unidade de PS4 vendida, e você vai pagar R$ 2524,00 apenas em impostos (o equivalente a um Xbox One e um jogo no lançamento) ao adquirir o console.

Falando sobre a possibilidade de fabricação no país, Stanley disse que o investimento para tal seria demasiado grande, ainda mais agora, no lançamento do console, e a companhia não poderia garantir a qualidade do produto, caso ele fosse feito aqui no país. Atualmente, há apenas uma fábrica no mundo todo autorizada a produzir o PS4.

Seguindo em frente, segundo Stanley, eles não queriam vender uma unidade sequer do console no país a esse preço, mas que o fizeram para que o console seja lançado aqui juntamente com o resto do mundo, mas que o objetivo principal deles é ter uma fábrica do PlayStation 4 funcionando no Brasil o quanto antes, para que essa redução de preço ocorra.

Perguntado sobre a piadinha de ir até os EUA ou ao Chile para comprar o PS4, Stanley falou que isso é muito bom, pois demonstra o amor das pessoas pela marca Sony e pelo PlayStation. Ainda não há uma previsão para uma redução desse preço, até porque o console nem foi lançado ainda. Stanley admitiu que o lançamento do console aqui vai ser devagar, a exemplo do PS3, mas que a companhia pretende fazer de tudo para que ele arranque nos próximos meses.

A entrevista na íntegra pode ser lida no próprio Uol Jogos. O que vocês acharam dela? Eu realmente duvido que o PS4 venda mais de 10 unidades por esse preço por aqui, e me pergunto onde está o herói do jogo justo pra nos salvar numa hora dessas. Enquanto isso, tá na hora de resgatar aquelas milhas pro Chile…

Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade