Conheça o SKEA, um controle de videogame para treinar os músculos vaginais

O físico e desenvolvedor de videogames Tom Chen desenvolveu um protótipo de videogame no mínimo inusitado pra cacete (com o perdão do trocadilho). O SKEA (Smart Kegel Exercise Aid) é um joystick (com o perdão do trocadilho novamente) que tem como objetivo desenvolver os músculos pélvicos que sustentam o útero, a bexiga, o intestino delgado e o reto.

O método de funcionamento dele? Pela perereca. Usando a perseguida, as mulheres fazem contrações que são reconhecidas pelo dispositivo, que por sua vez envia os comandos para um smartphone ou para um console. O primeiro game para o Skea é uma espécie de endless run onde você usa as contrações vaginais para pular, como em Canabalt.

Tá, mas e qual o objetivo disso? Ter uma ppk mais forte? Conseguir fazer supino pepecal? Nada disso. Segundo Chen, o objetivo do SKEA é ajudar mulheres a fortalecer a pelvis e assim atenuar problemas causados pela incontinência urinária feminina, além de ajudar em partos naturais e aumentar a sensibilidade vaginal.

O projeto arrecadou o equivalente a 130 mil reais no Kickstarter e chega nesse mês às consumidoras finais. Não há previsão de lançamento dele aqui no Brasil.

Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.

Publicado por
Tags: Skea

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade