InícioGamesShuhei Yoshida diz que odeia franquias anualizadas

Shuhei Yoshida diz que odeia franquias anualizadas

O presidente da Sony Worldwide Studios, Shuhei Yoshida, participou do DICE Summit nessa semana e respondeu a uma série de perguntas sobre a indústria de videogames.

Segundo o site IGN, que participou do evento, Yoshida disse que sequências nem sempre tiveram a fama de renderem dinheiro como hoje em dia. Antigamente, elas eram consideradas desperdício de dinheiro e que quase nunca conseguiam atingir o mesmo nível dos jogos originais.

Com o passar do tempo, as coisas foram mudando e as sequências se tornaram menos arriscadas, além dos times de marketing terem percebido que eles podiam anualizar um jogo. Isso virou um problema conforme os jogos foram ficando mais complexos e levavam mais tempo para serem criados.

Yoshida ainda disse que os executivos das companhias não entendem como o processo de criação de um jogo funciona, e que ele, com todo respeito aos desenvolvedores, odeia franquias anualizadas, por mais que franquias como Call of Duty e Assassin’s Creed se provem financeiramente viáveis com lançamentos anuais. Ele preferia que isso não acontecesse.

2732762-unitybug

O que vocês acham dessa opinião? Eu não sei se odiar é a palavra certa, mas dá pouca margem de manobra para errar em franquias como Call of Duty e Assassin’s Creed. Nós já vimos capítulos bem ruins de ambas por causa disso (como AC III e CoD Ghosts, por exemplo) e capítulos que vieram cheios de problemas porque o prazo estourou (AC Unity e CoD Advanced Warfare).

Quem sabe ele tenha razão, né?

Eric Arraché
Eric Arrachéhttp://criticalhits.com.br
Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.