Categorias: Games

Project Shield não será vendido com prejuízo

Após o anúncio do Project Shield ontem pela Nvidia na CES 2013, as primeiras informações adicionais sobre o portátil que rodará Android e jogos de PC por streaming começam a surgir. Uma delas não é das melhores: o portátil não será vendido com prejuízo para a companhia, o que contraria a tendência do mercado de videogames, já que Nintendo, Sony e Microsoft costumam vender seus aparelhos por um preço mais baixo do que ele custa para ser fabricado e recebem esse valor em venda de software no futuro.

Como a Nvidia não teria de onde tirar essa renda extra (a menos que lançasse uma loja de aplicativos para Android e que ela desse certo, o que envolveria mais custos ainda para a companhia), a decisão parece fazer sentido, pelo menos para ele. Para nós, fica aquela pergunta: quanto a brincadeira toda vai custar?

Em um post no blog da Nvidia, Tony Tamasi disse que o objetivo deles é fabricar e vender um hardware que possibilite uma excelente experiência de jogos aos consumidores, logo, a ideia é realmente pegar carona no sucesso do Android, e não entrar de cabeça na guerra por um console com exclusivos e tudo mais, mesmo que a companhia tenha atraído o interesse de empresas grandes como Ubisoft e Epic Games.

Disqus Comments Loading...

Este website utiliza cookies