Categorias: Games

Mas afinal, o que são estas Trading Cards da Steam?

Faz alguns meses que a Steam lançou um novo recurso no seu aplicativo: as Steam Trading Cards. Foram lançados primeiro só pra alguns jogos, como Team Fortress 2 e Dota 2, numa espécie de versão Beta. Mas passado essa primeira fase de testes, a Steam nunca chegou a fazer altas explicações sobre no que consistiam essas tais cards. E aqui estou eu pra desvendar não mistérios, mas algumas dúvidas que ficaram pelo caminho.

Em determinados jogos distribuídos pela Steam, quando jogamos por um determinado período de tempo, recebemos algumas cartas sobre aquele jogo. Algumas retratam momentos do jogo, outras ambientes, personagens, cenários, fases, monumentos, linguagens, etc. É possível “droppar” mais ou menos metade das cartas que existem pro jogo. Por exemplo, se a Steam tem uma coleção de 8 cartas praquele jogo, então é possível conquistar 4 cartas só jogando. As outras 4 terão de ser adquiridas através de troca com outros amigos ou…através de compra!

Mas pra que diabos serve ter ou até comprar estas cartas? Bem, quando conseguimos todas as cartas de uma coleção, conseguimos um emoticon pra usar no chat da Steam, um cupom de desconto de algum jogo, um pouco de XP na Steam e uma insígnia. Esta insígnia serve pra aparecer no teu perfil. Eu tenho no meu perfil a insígnia de usuário há 6 anos, a de mais de 50 jogos, a da promoção de verão deste ano, a de Team Fortress 2 e a de Trine 2. E essas insígnias servem pra…estética. Sim, só pra estética, vaidade. Não te trazem nenhum real benefício. Só pra dar um exemplo, o UPlay, da Ubisoft, tem um sistema de recompensas bem precário, mas que já é um começo: em Assassins Creed 2, por exemplo, depois de completar alguns achievments, ganhei alguns pontos que troquei por faquinhas extras pra serem arremessadas. Ainda podia ter pego papéis de parede exclusivos ou a trilha sonora do jogo.

Mas, pra não dizer que não falei das flores, comprei uma DLC de Disonhonored praticamente de graça. Como? Tinha quase 10 reais na minha carteira da Steam, isso tudo só vendendo emoticons e cartas no mercado da comunidade. Alguns saem por 30 centavos, mas as cartas de Divinity Dragon Comander saíram por mais de 1 real cada uma!

E agora vai uma dica pra quem quer “lucrar” um pouquinho em cima disso: veja o quanto está a sua carta no mercado e observe o preço da última carta da primeira página. Por exemplo, digamos que a penúltima é 48 centavos e a última é 50. Então coloque a sua carta pra vender por 49 centavos. Tu vai vender a tua por um preço maior que a de quem vendeu por 48 mas também não vai ficar trancado na segunda página. Afinal, todos só irão comprar as cartas da primeira página, ninguém vai procurar na segunda página, quando pode comprar a mais barata.
Enfim, no começo eu achei que ia ser legal mostrar uma coleção na Steam, porém achei mais vantajoso encher a carteira virtual com a venda das cartinhas.

Este website utiliza cookies