Fortnite está sendo usado para lavagem de dinheiro

Fortnite é sem dúvida um dos maiores jogos da atualidade, no último ano o game criado pela Epic teve uma verdadeira explosão de jogadores, principalmente por causa do seu modo Battle Royale.

Já que o game é free-to-play, o modelo de negócio que está fazendo a Epic nadar em dinheiro é o da venda de moedas digitais dentro do jogo, conhecida como V-Bucks. No entanto, esse lucrativo negócio está sendo usado por criminosos para lavagem de dinheiro.

Em uma reportagem do jornal The Independent, foi revelado uma investigação que está sendo conduzida pela empresa de segurança Sixgill, para tentar descobrir como criminosos estão conseguindo lavar dinheiro através dos jogadores de Fortnite e dos V-Bucks.

O esquema funciona mais ou menos dessa forma, os criminosos usam cartões de crédito roubados ou clonados para adquirir V-Bucks na conta do comprador, que em seguida paga os criminosos com dinheiro “limpo” ou em criptomoedas.

Assim, Fortnite virá uma grande máquina de lavar dinheiro, já que o dinheiro ilegal acaba indo para a Epic, enquanto os criminosos facilmente consegue lavar numerosas quantias, pois oferecem V-Bucks por um preço bem mais baixo do que na loja do jogo.

Benjamin Preminger, analista sênior da SixGill afirma que “os criminosos estão executando fraudes e recebendo dinheiro dentro e fora do sistema Fortnite com relativa impunidade”. E esse negócio parece estar ficando cada vez mais lucrativos, com anúncios de plataformas similares aparecendo em redes como Instagram e Twitter.

O relatório da Sixgill ainda afirma que grande parte das compras e vendas de V-Bucks ainda está sendo feita na deep web, mas algumas transações já estão indo para a “internet normal”, usando meios conhecidos de transferência de dinheiro online.

Para tentar enganar os jogadores que suspeitam de irregularidades, os criminosos ainda usam uma tática de afirmar que são pessoas ricas, que apenas estão distribuindo o dinheiro que elas não precisam.

Por fim, Preminger  diz que a Epic está se abstendo de qualquer forma de repreensão a essa atividade e com isso alimenta um mercado ilegal cada vez maior.

“A Epic Games não parece reprimir de forma série as atividades criminosas em torno de Fortnite, da lavagem de dinheiro ou de qualquer outra.” A Epic ainda não comentou o caso.

João Victor Albuquerque

Formado em Sistemas de Informação, que no final da faculdade resolveu se meter nesse mundo do jornalismo. Apaixonado por joguinhos, filmes, animes e sempre atrasado com as séries.