Jogadores profissionais de CS:GO recusam-se a jogar após jogador condenado por cheat juntar-se ao time deles

Em 2014, Hovik “KQLY” Tovmassian foi cortado de um time de CS:GO que já não existe mais, o Titan, depois dele ser banido fora de uma competição ao usar um cheat.

Após o banimento, ele disse que a carreira dele nos eSports estava encerrada, mas parece que ele mudou de ideia e resolveu voltar da aposentadoria, o que não deixou alguns jogadores, incluindo colegas de time dele, felizes com esse anúncio.

Após anunciar a volta, um time chamado Vexed anunciou que KQLY integraria o time durante o evento ESL France, após a ESL ter anunciado que passaria a aceitar infratores após o período de uma suspensão de 2 anos (semelhante ao que acontece em esportes quando um jogador é punido por dopping), algo que a Valve não faz nos campeonatos oficiais de CS:GO.

O problema é que mesmo dentro do time Vexed há jogadores que não gostaram muito da ideia, por mais que KQLY tenha sido um jogador de proeminência antes do banimento. No caso, dois jogadores do time se posicionaram contra essa decisão, Steve “Jarod” Cohen e Léonard “SmyLi” Michelino, que se recusaram jogar com KQLY caso ele integre o time.

“Nós não fomos informados dessa decisão e ela foi imposta a nós. Nós fomos informados apenas instantes antes do anúncio oficial. Nós não conseguimos nos imaginar trabalhando com alguém que prejudicou a integridade competitiva da cena de Counter Strike como ele prejudicou. Por causa disso, nós não queremos parte nessa associação, que nós achamos anti-ética. Jarod e eu dissemos ao time que queremos ficar no banco.”, disseram os dois jogadores em pronunciamento conjunto.

Após isso, a Vexed também perdeu um técnico por causa desse anúncio, Kevin “Ex6TenZ” Droolans, que era do time de KQLY antes do time acabar. No Twitter, ele deu a seguinte declaração irônica: “Decisão genial da @Vexed_GG ao escolher @KQLY_. Boa sorte e divirtam-se procurando jogadores e patrocinadores que queiram trabalhar com vocês no futuro”.

O que vocês acharam do acontecido? O jogador merece uma segunda chance ou não? Deixem seus comentários!

Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.

Publicado por
Tags: KQLYVexed