InícioGamesDiretor de Overwatch comenta sobre a possibilidade de um modo Battle Royale...

Diretor de Overwatch comenta sobre a possibilidade de um modo Battle Royale no jogo

Jeff Kaplan, o diretor de Overwatch, se revelou um fã de PlayerUnknown’s Battlegrounds e diz jogar bastante com outros membros do time de desenvolvedores.

PUBLICIDADE

Eles gostam tanto que chegaram a considerar seriamente um modo Battle Royale para o jogo da Blizzard. Infelizmente, fazer isso não é assim tão fácil. Os mapas precisariam ser enormes, muito maiores que o maior mapa em Overwatch atualmente.

“A distância normal para interação é entre 15 e 40 metros atualmente. O ponto B de Hanamura fica a 45 metros de distância. Eu não acho que as pessoas percebam o quão pequeno isso é,” disse Kaplan numa entrevista ao Kotaku. “Parte do que faz Fortnite e PUBG tão divertidos é que você pode ter interações muito mais distantes”.

Além disso, outra dificuldade técnica é o balanceamento dos personagens. “Antes de tudo, Overwatch é um jogo de heróis, e parte do que faz um Battle Royale funcionar é a caça ao loot, e o sentimento de que todo mundo é mais ou menos igual. Overwatch não foi feito para ser um 1v1. Nenhum dos heróis é balanceado contra todos os outros”.

Enquanto Overwatch não aposta na possibilidade, sua “versão gratuita” – Paladins – vai ganhar um modo Battle Royale logo. Se for bem-sucedido, talvez mude um pouco as coisas.

PUBLICIDADE

Até lá, Jeff Kaplan diz que o tempo e o trabalho necessário para fazer isso funcionar em Overwatch seria praticamente o mesmo de fazer um novo jogo.

Vale lembrar que, sem um modo história, Overwatch confia nas animações e em seus quadrinhos para explorar a mitologia criada. Enquanto um Battle Royale para Overwatch não seja uma ideia interessante, um Battle Royale de Overwatch seria uma outra oportunidade de experimentarmos o mundo do jogo.

PUBLICIDADE
Eric Arraché
Eric Arrachéhttp://criticalhits.com.br
Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.