InícioGamesDesenvolvedores de Hotline Miami 2 estão repensando cena de violência sexual

Desenvolvedores de Hotline Miami 2 estão repensando cena de violência sexual

Hotline Miami

Uma demo de Hotline Miami 2 foi disponibilizado recentemente  e tem gerado polêmica entre alguns jogadores. Para tentar apaziguar a situação, o desenvolvedor do jogo, Dennis Wedin, deu uma entrevista para o site Rock, Paper, Shotgun falando sobre o momento polêmico do jogo.

Caso não saiba do que se trata, você pode dar uma conferida na análise realizada por Cara Ellison para o site PC Gamer, onde ela explica como se sentiu ao passar pela cena em que o personagem Pig Butcher encontra uma mulher e recebe a mensagem para matá-la, e logo em seguida o jogo toma controle da cena, com o personagem tirando as calças. O estupro não acontece (devido a um “corta” do diretor, que dirige algumas palavras ao ator do assassino quanto da menina assassinada). O que chocou talvez foi a naturalidade com que a situação foi tratada e como o jogo passa e logo faz de conta que nada aconteceu.

Wedin revelou que “ficou muito triste com a maneira que as pessoas reagiram a esse momento. Talvez eles tenham tido uma experiência horrível que foi ‘ativada’ por esse momento”. “está cena não foi colocada somente para ser controversa, há um significado para estes dois personagens. Há muito mais do que somente esta cena”. “Nós removemos (a cena) do jogo. Vamos trabalhar nela, ver se conseguimos consertá-la. Você pega todo um contexto com o jogo completo, o que não acontece com com uma demo.” Wedin reconheceu também que “sexualidade é algo muito mais íntimo e pessoal do que somente a violência”. Por esse motivo a violência sexual choca mais do que a violência “comum” que vemos diariamente nos games. “É por isso que isso (violência sexual) tem uma repercussão muito mais forte do que somente violência.”

Wedin reconheceu que eles irão avaliar as opiniões dos jogadores, e que não irão assumir uma postura de “Vocês estão errados. Vocês estão vendo isso da maneira errada.”

Violência sexual é um assunto delicado, e é importante que os desenvolvedores de Hotline Miami discutam sobre e avaliem a melhor maneira de tratar do assunto no jogo sem gerar polêmica, e principalmente, sem agredir de alguma forma as pessoas, que podem se sentir “traídas” pelo jogo, como dito por Cara Ellison. Retirando uma frase dela mesma em sua análise: “Como você pode desfrutar de um jogo se você é a vítima de cada crime brutal, e não o autor deles? Uma pergunta horrível.” Ainda mais se é de um crime que atinge milhares de pessoas, e que são tratadas como culpadas, mesmo sendo vítimas.