Desenvolvedora de Rocket League é adquirida pela Epic Games

A Psyonix, desenvolvedora que criou Rocket League, anunciou nesta quarta-feira (01) que está sendo adquirida pela Epic Games, a gigante responsável por Fortnite.

Como resultado da aquisição, Rocket League passará a ser um exclusivo da Epic Games Store no final de 2019, deixando de ser vendido através do Steam, embora o estúdio garanta que continuará oferecendo suporte aos jogadores que adquiriram o game na plataforma da Valve.

“Ainda estamos comprometidos em fornecer para Rocket League atualizações frequentes com novos recursos, novos conteúdos e novas maneiras de jogar o jogo por quanto tempo você tiver. No longo prazo, esperamos trazer a Rocket League para a loja Epic Games e alavancar nosso novo relacionamento para fazer o jogo crescer de uma forma que antes não era possível. Acreditamos que trazer a Rocket League para novos públicos com mais apoio é uma vitória para todos.”

Embora os termos do acordo não tenham ficado muito claros, a Psyonix afirma em seu FAQ que a aquisição pela Epic permitirá que eles tenham acesso a mais recursos, oferecendo um suporte maior ao cenário competitivo de Rocket League.

“Temos trabalhado em estreita colaboração com a Epic desde os primórdios do Unreal Tournament, e sobrevivemos à mudanças de marés como parceiros, então combinar forças faz sentido de várias maneiras. O potencial do que podemos aprender uns dos outros e realizar juntos nos deixa verdadeiramente animados para o futuro”, afirma Dave Hagewood, fundador e diretor da Psyonix.

Esse é mais um movimento bastante agressivo da Epic Games, que nos últimos meses tem se colocado como a principal rival do Steam no mercado de jogos para PC. Atualmente, a principal estratégia da Epic para concorrer com a plataforma da Valve tem sido a exclusividade de diversos jogos, a distribuição de dois games gratuitos por mês e a porcentagem maior de lucros oferecido aos desenvolvedores.

Rocket League está disponível para PC, Xbox One, PS4 e Switch.

João Victor Albuquerque

Formado em Sistemas de Informação, que no final da faculdade resolveu se meter nesse mundo do jornalismo. Apaixonado por joguinhos, filmes, animes e sempre atrasado com as séries.