Bethesda explica porque novo The Elder Scrolls ainda não está em desenvolvimento e porque isso é bom

A Bethesda anunciou umas 425 edições de Skyrim na E3 desse ano e jogou um banho de água fria nos sonhos dos fãs que gostariam de ver o próximo The Elder Scrolls sendo anunciado, mas segundo a companhia, isso é uma coisa boa, e hoje ela explica porque.

De acordo com Pete Hines, em declaração ao site Gamespot, a Bethesda não quer ser uma companhia que só desenvolve The Elder Scrolls e Fallout, e a companhia quer aproveitar esse tempo entre o lançamento de um novo capítulo dessas franquias e outro para explorar outras possibilidades.

“Honestamente, nós não queremos ser uma companhia que só faz Elder Scrolls, Fallout, Elder Scrolls e Fallout pelo resto das nossas carreiras. E agora nós temos um monte de gente no estúdio que já está aqui há um bom tempo, então nós queremos decidir no que vamos trabalhar em seguida, se vai ser uma sequência ou um jogo novo.

E eu sinceramente acho que Todd (Howard) e o time merecem isso, afinal a qualidade das produções deles é inegável. Nós sabemos que todo mundo quer The Elder SCrolls VI, mas nós somos pessoas criativas e queremos fazer jogos os quais nós realmente temos vontade”, disse Hines.

Ele ainda esclareceu que sim, The Elder Scrolls VI vai acontecer, mas provavelmente vai demorar mais um pouquinho para isso que aconteça. Bom, eu diria que isso é algo positivo, afinal, fazer um jogo por obrigação é a receita para o desastre. E vocês, o que acham disso?

Até lá, teremos Skyrim para o Switch, para a realidade virtual e para o OUYA.

Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade