Diretor de Vingadores: Ultimato explica o motivo do Bucky não ter sido o escolhido pelo Capitão América

Além de encerra toda a Saga do Infinito do MCU, Vingadores: Ultimato serviu também para que alguns dos nossos amados heróis passassem o seu manto para uma nova geração, e provavelmente a mais simbólica dessas passagens ocorreu com o Capitão América, que no final do longa entregou o seu escudo para Sam Wilson, mais conhecido como o Falcão.

No entanto, essa decisão surpreendeu um pouco alguns fãs, que se perguntaram o motivo de Steve Rogers não ter passado o escudo para Bucky Barnes, o seu fiel amigo. Mas recentemente, em entrevista ao ComicBook, Joe Russo, um dos diretores do filme, explicou a lógica dessa decisão.

Segundo Russo, a escolha de Steve em passar o escudo e o manto para Sam foi motivado pelo fato de Bucky ainda lidar com questões da sua mente que a qualquer momento pode ser novamente corrompida.

“O Capitão e o Bucky são irmãos, mas são pessoas muito diferentes e eu acho que o Bucky sempre tem a capacidade de ter sua mente corrompida, sempre pode ser tomado por outra pessoa. Isso não foi resolvido para ele, enquanto Sam tem seu livre arbítrio e eu acho que o Sam também tinha uma ética semelhante ao do Capitão no que diz respeito ao serviço militar.”

“Sam ainda mantém esse espírito de serviço para a comunidade e vive nesse círculo muito claramente nos filmes”, continua Russo. “Quadrinhos e filmes são muito diferentes e a nossa interpretação dos personagens também é muito diferente das HQs, assim, como está nos filmes, Bucky ainda é um personagem quebrado que eu acho que parece não querer o escudo. Em última análise, Sam é um personagem de livre-arbítrio que é o mais próximo em moralidade do Capitão, e o Capitão acredita que ele merece.”

A explicação de Joe Russo realmente faz sentido, e com certeza veremos mais do Falcão utilizando o escudo na sua série de TV que estreará no Disney +, em que ele atuará junto com o Bucky, que talvez até use o escudo também.

Vingadores: Ultimato começa logo após os trágicos eventos de Guerra Infinita, mostrando como os heróis pretendem derrotar Thanos após ele dizimar metade do universo com o estalar de dedos da sua manopla.

O filme conta novamente com direção da dupla Joe e Anthony Russo, e já está disponível nos cinemas. Você pode conferir a nossa crítica aqui.

João Victor Albuquerque

Formado em Sistemas de Informação, que no final da faculdade resolveu se meter nesse mundo do jornalismo. Apaixonado por joguinhos, filmes, animes e sempre atrasado com as séries.