Cinema e TV

A morte do Rei da Noite contou com uma das maiores inconsistências de enredo de Game of Thrones

Game of Thrones encerrou sua exibição original na semana passada, mas muito ainda vai se discutir sobre a série enquanto os livros de George R. R. Martin não concluírem a saga.

Como vocês já devem estar careca de saber, a série infelizmente acabou perdendo qualidade quando o autor dos livros se afastou para cuidar da sua obra, e hoje mostramos mais um momento em que esta queda de qualidade mostrou uma inconsistência completa.

No caso, estamos falando da morte do Rei da Noite, que quebrou regras estabelecidas dentro da própria série.

Atenção: falaremos sobre spoilers de Game of Thrones abaixo. Você foi avisado!

Desde que Game of Thrones começou, uma das grandes expectativas dos fãs era sobre a chegada do Inverno e dos Caminhantes Brancos.

Ninguém sabia como a batalha seria, mas ela acabou provando-se menos intensa do que todo mundo imaginava, e, no fim das contas, o Rei da Noite foi morto por Arya Stark.

Pois bem, a cena em que o Rei da Noite foi morto acabou sendo muito bem construída do ponto de vista do suspense e do golpe surpresa que Arya acertou no Rei da Noite, mas, se levarmos em conta o que foi mostrado anteriormente, ela não faz muito sentido.

O motivo de estarmos afirmando isso é que anteriormente, foi estabelecido que os Caminhantes Brancos, não os Wights, os caminhantes mesmo, possuem força sobreumana, mas o Rei da Noite meio que esqueceu disso na hora em que ele morreu.

A primeira vez em que isso é exibido é na luta entre Jon Snow e um White Walker em Hardhome. O Caminhante mal encosta em Jon e ele voa longe, como podemos conferir abaixo:

Depois disso, esta super força também foi demonstrada quando o Rei da Noite mata Vyserion ao arremessar uma lança a centenas de metros de distância e precisamente no alvo:

Esta super força foi mostrada novamente durante o episódio da Batalha de Winterfell, quando o Rei da Noite arremessa mais vezes as lanças dele contra Jon e Daenerys, mas desta vez acaba errando todas.

Pois bem, depois disso, quando ele agarra Arya Stark pelo pescoço ele… esquece completamente que tinha super força? Pra ele, quebrar o pescoço dela teria sido tão simples quanto quebrar um palito, mas ele aparentemente preferiu esquecer que tinha essa habilidade, e que o Corvo de Três Olhos, que era o grande objetivo dele, estava logo ali só esperando para ser morto.

Enfim, em outros momentos, os diretores usaram como desculpa que os personagens “meio que esqueceram” certas coisas para justificar os momentos fracos do enredo, como Daenerys sendo emboscada por Euron Greyjoy.

Pode ser que o Rei da Noite “meio que tenha esquecido” que ele podia fazer isso com Arya, um personagem que ele nunca tinha visto antes e que tinha tanta importância pra ele quanto Theon Greyjoy, que ele matou sem cerimônias, mas fica bem estranho se analisarmos comparando com o que a própria série estabeleceu, não é mesmo?

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade