Outros 5 jogos que vale a pena você continuar após o fim da história principal

Fala, galera, tudo bom com vocês? Vamos a mais uma lista com jogos que você consegue gastar mais e mais preciosas horas da sua vida, mesmo após o fim da história principal. Obviamente, vão ficar faltando alguns depois do fim dessa lista, mas é só vocês deixarem nos comentários que eles talvez apareçam numa edição futura.

Bully

Ontem mesmo eu falei sobre uma possível continuação para Bully e os comentários do Critical ficaram em polvorosos, então vamos abrir essa lista com ele, um dos jogos favoritos do PlayStation 2. Além de seguir as missões principais, há uma porrada de sidequests para fazer, afinal, esse é o forte da Rockstar, oferecer histórias adicionais e muito conteúdo, não fazendo você sentir que está apenas enchendo linguiça.

Fora todas as missões, você ainda pode simplesmente ficar tocando o terror na escola, ou arranjando brigas por aí, algo que já vale o jogo por si só. Quer mais? Bom, você pode tentar perder BV no jogo. Nunca é tarde para isso.

Sleeping Dogs

Sleeping Dogs poderia ser chamado de várias formas, como o “GTA da Square Enix” ou ainda “GTA Made in China”, mas sinceramente, eu acho que a melhor denominação para ele seria “o melhor não GTA que tem por aí”. O jogo consegue fazer uma fusão muito boa entre a jogabilidade de jogos de luta e sandboxes, com um modo de combate anos luz na frente de qualquer jogo do gênero, exceto pelos títulos da série Arkham.

Além da história principal, você ainda vai poder fazer uma porrada de missões com Wei, como coletar todas as estátuas da academia de artes marciais (e assim desbloquear novos ataques), arranjar namoradas, encontrar templos e rezar para aumentar seu HP, realizar missões de policial, de bandido, assaltar carros forte, apostar corridas etc etc etc.

O jogo tem conteúdo pra caramba mesmo, e, caso você já tenha enchido o saco de GTA, dê uma chance a esse jogo, pois ele realmente merece o seu tempo.

Infinity Blade

Infinity Blade é um jogo vitrine do iOS onde você controla uma série de cavaleiros que invadem uma masmorra para derrotar o vilão do mal e tentar adquirir a Infinity Blade, espada suprema que consegue derrotar qualquer lâmina. Ok, a história é um pouco mais do que isso, mas não muito.

O jogo em si é bem curto, e você logo estará enfrentando o grande vilão final e tomando uma surra dele. Mas não se assuste, pois o jogo não acaba aí. Logo você estará enfrentando inimigos semelhantes aos da primeira viagem outra vez, e outra, e outra, e outra, até que você fique forte o suficiente para enfrentar o vilão final e vencê-lo. Acabou aí? Que nada, agora que a brincadeira começa e a verdadeira área final do jogo abre, onde você enfrenta mais alguns inimigos bem fortes e descobre por que raios está fazendo isso over and over again.

Final Fantasy XII

Final Fantasy XII é um jogo realmente grande. Mesmo que você fique só na história principal, vão-se mais de 50 horas numa boa, mas para completar o jogo com 100%, você certamente gastará umas boas 100 horas. Para rechear esse tempo, o jogo oferece uma série de possibilidades, como missões da guilda, side quests, e alguns chefes a mais.

Há alguns rumores de que o jogo talvez ganhe uma versão em HD para PlayStation 3 e PlayStation Vita, o que pode fazer muita gente que não deu muita bola para esse jogo ter uma oportunidade de torrar as baterias dos DualShock e dos Vitas fazendo cada cantinho dessa obra prima.

Baldur’s Gate

O que mais vemos por ai hoje em dia são jogos que tentam te oferecer uma boa experiência “pós campanha principal”, afinal de contas o título do post define exatamente isso, mas o que muitos não sabem é que um dos primeiros games a te oferecer isso, foi Baldur’s Gate, lá em 1998. Com a promessa de tentar oferecer uma experiência tão vasta quanto a de uma partida de RPG de mesa, seria estranho se você não pudesse sair um pouco da rota principal pra eliminar uns bandidos aqui, ou salvar uma donzela em perigo acolá.

O mais interessante de tudo, é que foi a partir daí que se criou o conceito de se conseguir um novo personagem pra party após o término de uma missão, coisa que é muito utilizada pela bethesda até hoje. Se sua meta é sempre alcançar 100% de finalização em um jogo, ou ainda dar a famosa “platinada”, é bom ir com calma, pois vai precisar de muito tempo pra fazer isso na série Baldur’s Gate.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade