Os primeiros casos de “First” na história dos jogos – parte 2

Bom dia meus queridos leitores em  mais esse dia muito frio aqui em Porto Alegre. Hoje retornamos com a segunda parte desse nosso artigo que trata dos primeiros casos de muitas coisas na indústria dos vídeo games. A primeira parte pode ser conferida aqui, por quem assim quiser.

De qualquer forma, hoje traremos mais cinco itens que iniciaram tendências, gêneros ou simplesmente chegaram antes do que os outros em alguns lugares. Como eu havia dito no primeiro artigo, a indústria dos vídeo games é uma das maiores do mundo hoje em dia, então é legal ter uma noção sobre onde e quando algumas coisas começaram.

Uma boa leitura!

1. Primeiro jogo a se tornar um filme de grande escala

Não sei vocês, mas eu tenho arrepios toda vez que ouço que um filme está sendo feito baseado em alguma franquia de jogo. Afinal, raríssimos são os casos em que o resultado é bom. Para o futuro, podemos esperar adaptações de Assassin’s Creed, The Last of Us, Splinter Cell e talvez até mesmo Uncharted. Porém, onde será que isso começou?

Bom, tudo começou em 1993, ano abençoado onde a terra não somente recebeu pela primeira vez a minha presença em Fevereiro, mas também o filme Super Mario Bros. em Dezembro, estrelando John Leguizamo e Bob Hoskins. Baseado, obviamente, na franquia da Nintendo, não se pode dizer que o filme foi um sucesso. Atualmente com uma note de 4/10 no IMDB, o filme não iniciou bem essa tendência.

2. Primeiro console de 8 bits

Muitos, inclusive eu, diriam que o primeiro console de 8 bits a ser lançado foi o ótimo NES em 83, porém não é exatamente assim. Na verdade, o sistema da Nintendo divide essa posição com o SG-1000, que foi lançado exatamente no mesmo dia. Porém, o console da Sega não teve o mesmo sucesso que o NES, que dominou completamente o mercado mundial.

3. Primeiro FPS em 3D

Wolfenstein 3D popularizou e estabeleceu o gênero como um dos principais da indústria dos jogos quando foi lançado em 92 pela id software. Mas, alguns meses antes, a mesma id software criou a base para o jogo com o lançamento de Catacomb 3-D, que foi de fato o primeiro shooter em 3D.

No jogo, os jogadores devem resgatar um amigo chamado Grelminar (belo nome) de Nemesis, o inimigo que está escondido nas profundezas das catacumbas do Cemitério Towne. Apesar de não ter um tema militar, como a maioria dos FPS’s, o jogo conta com diversas tecnologias e técnicas que mais tarde seriam usadas no gênero.

4. Primeiro jogo de simulação humana

O gênero, hoje praticamente dominado unicamente por The Sims, começou em 85 quando a Activision lançou Little Computer People. Além de ser pioneiro no estilo, o jogo também afetou muitos outros títulos posteriores a ele, muito por causa da autonomia que os personagens tinham, algo que não era muito comum.

Na época, a maioria dos personagens eram muito rígidos e presos ao script, com pouca “vontade própria”, algo que mudou com Little Computer People. Talvez a Inteligência Artificial encontrada hoje nos jogos não tivesse evoluído no ritmo que evoluiu caso o jogo da Activision não existisse.

5. Primeira plataforma online de jogos

Já em 85, de alguma forma, o Commodore 64 conseguiu criar uma plataforma que basicamente incluía vários elementos que hoje estão presentes nas amadas PSN e Xbox Live. Chamado Quantum Link, ou Q-Link para os íntimos, o serviço permitia chat online, email e possuía uma grande biblioteca de jogos que podiam ser comprados diretamente pela plataforma e então jogados com outros jogadores.

E por hoje é só amigos. Chegamos ao final da série dos “firsts” da indústria. O que acharam? Por acaso teve algum item que vocês tinham certeza que era uma coisa mas era na verdade outra? Acharam que tinha alguma coisa errada? Comentem abaixo o que vocês pensaram. Abraço!

Leonardo Koakowski

Sonysta, Sommelier de Destiny e Cyber Atleta de final de semana de Rocket League