Categorias: Artigos

Games: Histórias, lendas e bizarrices – Parte 19 (Games Remasterizados)

Olá amigos, conhecidos e haters.

Mais uma vez mooglez aqui! Já sabe, se não me segue no twitter, siga(clica aqui). Não se inscreveu no meu canal ainda? Se inscreve! Vamos falar de três jogos que fizeram parte da minha infância e estão voltando. Dois são pro Mega Drive e um pro Nintendinho. Castle of Illusion, Strider e Ducktales.

CASTLE OF ILLUSION, STRIDER E DUCKTALES: REMASTERIZADO

Desde que sou moleque nunca entendi essa porra de “REMASTERIZADO”. Pra mim essas palavras difíceis ae querem dizer que o lance era uma bosta e melhoraram. Principalmente quando era algum show de algum artista brasileiro que era tão ruim, que os caras pegavam as gravações originais do show do Emilio Santiago, passavam um pente fino no computador, tiravam todos os barulhinhos e vendiam como CD novo. Caça-níquel do Cão!

Mas ai fiquei velho gordo virgi e vi que isso significa atualizar algo e revisar algumas coisas. E foi justamente o que aconteceu com esses três jogos. Por que eu não tenho a menor idéia. Mas achei do caralho trazer de volta esses games. Achei ótimo mesmo. Principalmente porque joguei MUITO Ducktales e Castle of Illusion. Strider não joguei tanto porque nunca tive Mega Drive e meus primos não tinham esse jogo.

Quando eu ia pra casa dos meus primos eu chorava, implorava, saia no soco pra poder jogar pelo menos uns 20 minutos de Castle of Illusion. Afinal eu tinha comprado até a Ação Games detonado desse jogo. Achava que sabia TUDO de cabo à rabo do jogo. Onde tinham as vidas secretas, qual o caminho mais fácil nos mundos, etc. E eu sempre estava errado. Agora, se eu conseguir comprar um videogame novo, vou poder provar que eu tinha errado tudo isso, que realmente sei tudo.

Em Castle of Illusion A história é bem simples: A Bruxa Malvada seqüestrou a Minnie e duvidou que o Mickey pudesse resgatar sua namorada. Mas pô, o Mickey vai até o inferno por causa da Minnie. E é bem isso ai. Sem mais nem menos. Vou por um vídeo do jogo original e um do remasterizado. Pra você como tá muito fiel e que praticamente tudo leva a crer que só melhoraram os gráficos, mas que tudo continua igual.

Antes:

Depois

Ducktales eu nem lembro a história direito e tive que pesquisar. Acho que o jogo era mais um episódio jogável da série de TV. Quem assistia o desenho sabe que todos capítulos que passavam na telinha, eram sempre alguma nova aventura onde Tio Patinhas, Huguinho, Zezinho, Luizinho e Patrícia iam atrás de algum novo tesouro, porém aqui a coisa é diferente. Os três sobrinhos do Pato Donald (sim, eles são sobrinhos do Donald e não do Tio Patinhas) são sequestrados e a única a avisar o velho pão duro é Patrícia. Nisso o nosso amigo pato mais rico do mundo sai atrás dos três escoteiros mirins por vários pontos do mundo e também da LUA! DA LUA?! DA LUA?! Sim, da lua!

Antes:

Depois

Strider eu não tenho lá muito conhecimento. Tive mais contato com o personagem depois quando ele apareceu em Marvel x Capcom, mas mesmo assim joguei um pouco quando ele tinha aparecido no Mega Drive.

O ano é 2048 e a Terra está sendo ameaçada por um ser de outra galáxia, Grandmaster Meio, que quer dominar nosso planeta (vem cá, na boa… NA BOA! Todo mundo quer dominar a Terra?! Cês não pensam em criar outro tipo de história não?! Perae… essa história é de 89… esquece. É antigo. Esquece o que eu falei. Segue lendo ae, por favor. Hehe ). O interesse de Meio é construir uma estação espacial entre a Lua e a Terra chamada Third Moon. Pra impedir que aconteça essa construção e esse domínio do nosso planeta, surge Hiryu, um guerreiro Strider que é ninja pacas, mas tá sozinho nisso tudo. O máximo que vai ter de ajuda são dos robôs, ou animais robóticos, chamados Options.

Antes:

Depois


Sinceramente eu acho isso MUITO bom. Acredito que esse revival tenha mais intenção de mostrar pra esse pessoal mais novo dos games que os jogos antigos são mais difíceis, não tem tutorial (se bem que Ducktales vai ter um tutorial – GAH!), e tu tens que se virar com o que aparece. Eu lembro de jogar meu videogame longe em algumas fases do Ducktales e de socar meu teclado quando eu havia jogado Castle of Illusion num emulador. Mas é bom ver que esses jogos estão voltando.

Única coisa que eu realmente espero que façam um revival é de Mega Man. Sei que saiu o jogo de 25 anos de criação do personagem e jogo. Mas eu queria que fizessem uma remasterização. Pegassem o primeiro Mega Man e refizessem TODOS os gráficos sem mudar a funcionalidade do jogo. Mas é apenas um sonho. Porém sonhar não custa nada, né? Hehe.

Então pessoal, era isso.

Até semana que vem!

Se inscrevam no meu canal, me sigam no twitter, comentem esse post e muita alegria pra maioria de vocês que deve estar entrando de férias do colégio e faculdade. Semana que vem eu tento pegar outro assunto legal pra falar com um pouco de nostalgia e bizarrice dos jogos no mundo.

Abração!

Leia também:

Parte 1Parte 2Parte 3Parte4Parte 5Parte-6Parte-7Parte-8Parte-9Parte-10Parte-11Parte-12Parte-13Parte-14 Parte-15Parte-16Parte-17Parte-18

Este website utiliza cookies