Curiosidades sobre jogos – parte 24

Fala, galera, tudo bom com vocês? Eu estou recém acordando da minha soneca pós- almoço (sério, tô com a cara toda amassada) e cheio de ideias pras curiosidades de hoje. Quem aí tá pronto? Então vamos lá que o tempo ruge e a Sapucaí é grande.

1. Creepigger

Tá vendo essa bizarrice aí em cima? Bom, ela não tem muito a ver com a curiosidade em questão, quer dizer, até tem, mas ao contrário. O Creeper é um dos personagens referência de Minecraft, mas sabia que ele foi criado por acaso? Ao fazer o modelo de um porco, um dos designers (se é que é possível ser chamado assim já que o jogo tem gráficos tão avançados como em Final Fantasy 7) colocou as proporções de altura e largura ao contrário, fazendo que o porco tivesse o corpo original do Creeper e provavelmente gerando o que ficou ali na imagem da esquerda.

Parece que a equipe de desenvolvimento gostou dessa forma bizarra e a achou “assustadora” por algum motivo, nascendo assim o Creeper. Mas todo mundo sabe que isso é mentira, já que o Creeper tem de pênis.

2. O seu recalque é a minha fama

Todo mundo já ouviu essa frase, ou uma variação dela, alguma vez na vida, certo? Bom, parece que alguém dentro da Rockstar é maluco o suficiente para acreditar nisso e aproveitou todo aquele burburinho sobre GTA ser um jogo que estimula as pessoas a serem violentas e por isso ser um jogo “ruim” para contratar um assessor de relações públicas só para aumentar ainda mais a discussão sobre o tema e prejudicar a imagem de GTA, imaginando que isso traria publicidade gratuita ao jogo e impactando nas vendas.

Eu não faço ideia se isso deu certo, mas que é um plano diabólico, isso é.

3. $$$

Responda rápido: qual foi o disco do Aerosmith (conhecido por essas bandas como Aerosilva) que mais gerou receita pra banda? Errou, foi Guitar Hero: Aerosmith. De acordo com o CEO da Activision, Bobby Kotick, o jogo deixou Steven Tyler e cia mais ricos até do que o cd mais bem sucedido da banda, Toys in the Attic, que vendeu 8 milhões de dólares.

Como isso? Simples, um jogo de videogame custa entre 40 e 60 dólares. Um cd não custa mais de 15 dólares nos EUA nem a pau.

4. De 3 é melhor

Quem aí já jogou The Lost Vikings? Imagino que uma boa parte de vocês e a maioria provavelmente jogou esse clássico da Blizzard ou via emulador ou no Super Nintendo, certo? Bom, sabiam que é possível jogar esse jogo com três pessoas? Isso só é possível no Mega Drive/Genesis. Para tanto, basta conectar um multitap (algo raríssimo de se encontrar por essas bandas) e três controles. Cada um dos jogadores assume um viking e aí começam os xingamentos pelo seu primo jogar mal demais e colocar tudo a perder.

5. Peitões

Aproveitando que hoje é dia de falar sobre peitos, dá uma olhada na imagem à cima, retirada da introdução de Mega Man 7. Nela, é possível ver que Dr Willy (vilão do jogo) tem… tetas! Sim, amigos e amigas, Dr Willy é um travesti. Ou algo do tipo, não sei. Vai ver pode ter sido barbeiragem do artista que desenhou o modelo dele. O resultado pode ser obtido removendo o sprite do planeta terra da frente dele, se vocês duvidam, abram o emlador de Super Nintendo aí e comecem a remover os planos de sprites até encontrar as mamas do Willy.

Gostou? Confira já as outras partes:

Parte 1Parte 2Parte 3Parte 4Parte 5Parte 6Parte 7Parte 8Parte 9Parte 10Parte 11Parte 12Parte 13Parte 14Parte 15Parte 16Parte 17Parte 18Parte 19Parte 20Parte 21Parte 22Parte 23

Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.