InícioArtigosCritical Hit: A próxima Steam Sale vai ser diferente de todas as...

Critical Hit: A próxima Steam Sale vai ser diferente de todas as outras

Fala, galera, tudo bom com vocês?

Amanhã começa a Steam Sale, se todas as previsões estiverem certas. Vocês sabiam que essa Steam Sale vai ser diferente de todas as outras que já ocorreram até hoje e provavelmente dirá muito sobre o futuro do Steam? Não? Eu explico porquê.

Há cerca de uma semana, o Steam começou a aceitar reembolsos de compras por praticamente qualquer motivo. Basicamente, há apenas três condições para isso: você tem que ter comprado o jogo no Steam, você tem que ter jogado menos de duas horas do jogo e você tem que ter comprado o jogo há menos de duas semanas.

Desde então, uma porrada de desenvolvedores menores tem reclamado que os jogos deles têm sido devolvidos. Os números das devoluções são privados, mas alguns desenvolvedores têm comentado sobre eles no Twitter. O desenvolvedor de Octodad, por exemplo, comentou que 30% das compras do jogo feitas nesse mês já foram devolvidas.

O que isso quer dizer? Que o jogo é ruim? Não exatamente. Quer dizer algo que todo mundo já sabe: as pessoas compram os jogos no Steam por impulso e acabam se arrependendo depois, pois compram, jogam 15 minutos e nunca mais abrem o jogo. Como agora é possível devolver os jogos com meia dúzia de cliques e receber o dinheiro de volta em alguns dias, é possível fazer uma degustação do produto e ver se ele realmente vale a pena, já que cada vez as pessoas têm mais jogos que não jogam.

steam-wallpaper

É ruim para o desenvolvedor? Até é, mas é um direito básico do consumidor. Se você compra um produto pela internet no Brasil, por exemplo, você tem até sete dias úteis para pedir a devolução dele. Nas compras de lojas físicas isso não vale por aqui, mas nos EUA e em países mais civilizados que o nosso, isso também funciona para lojas físicas (inclusive, conheço algumas pessoas que foram para os EUA fazer intercâmbio, mobiliaram parte do apartamento que alugaram e pediram a devolução dos produtos antes desse prazo de devolução acabar, economizando assim algumas centenas de dólares. BRHUE é foda).

Pode ser que a Valve tenha tomado essa medida para combater o excesso de jogos ruins que tem saído no Steam. A quantidade de lixo que tem sido feito usando a Unity com pacotes pré-prontos e lançados no Steam é absurda, e o consumidor tem que ter alguma maneira de se proteger desses jogos lixo. Nada mais justo do que poder devolver o game e gastar esse dinheiro que teria morrido em algum jogo melhor.

Mas e como ficam os desenvolvedores de jogos mais curtos? Eu não acho que eles vão ser tão prejudicados assim. Esse tipo de jogo tem um público alvo bem específico que costuma ser fiel aos jogos.

Um dos principais culpados da penca de lixo que tem saído no Steam
Um dos principais culpados da penca de lixo que tem saído no Steam

Essa medida ser um choque para os desenvolvedores no começo, mas é uma coisa boa para o mercado de games digitais, afinal, os compradores finalmente têm a chance de errar e poder arrepender-se do erro e os desenvolvedores têm um grande incentivo para fazerem jogos cada vez melhores e mais interessantes. Eu sinceramente quero que todos os 25 mil clones de DayZ, Minecraft e tudo mais desapareçam, mas como isso não é possível, pelo menos eles vão tapear menos gente, que apenas está procurando algum jogo legal pra jogar.

Tá, mas o que tem a ver o título com tudo o que eu falei? Bom, o que mais rima com compra de impulso do que Steam Sale? Pois é, os descontos durante as semanas de promoções do Steam são absurdos e certamente vai ter gente comprando e pedindo reembolso depois. Eu gostaria de ver a Valve soltando estatísticas de devolução após as promoções, pra saber quantas pessoas arrependem-se daqueles 95% de desconto em Bad Rats, por exemplo (não compre esse lixo, sério).

Enfim, o que vocês acham? Será que vai ter muita gente pedindo reembolso nessa temporada de promoções ou esse choque das devoluções foi apenas inicial e logo as coisas voltam à calmaria de sempre?

Eric Arraché
Eric Arrachéhttp://criticalhits.com.br
Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.